Mundo

Chinesa morre em acidente em escada rolante, mas salva filho

Redação
Escrito por Redação

China – Uma mulher que passeava com o marido e o filho de 2 anos em um shopping na China neste domingo morreu ao ser tragada por uma falha na escada rolante do local, segundo o “Wuhan Evening News”. Enquanto caía, Xiang Liujuan conseguiu salvar o menino e colocá-lo em segurança. A cena foi flagrada por câmeras de segurança do centro comercial.As imagens mostram funcionárias do shopping tentando ajudar a mulher sem sucesso. Uma delas consegue pegar o menino, que a mãe desesperadamente tenta “jogar” antes de cair no buraco. Em seguida, a funcionária leva a criança para que não presencie a cena.

 
Segundo a publicação chinesa, relatos iniciais revelaram que uma equipe fez uma manutenção na escada rolante e o funcionários esqueceram de encaixar a tampa de acesso de volta.

A equipe de resgate que respondeu o chamado declarou que levou horas para conseguir remover o corpo de Xiang, que já não mostrava “sinais de vida”, de dentro da escada.

A morte da mulher causou revolta entre os chineses, que colocaram o assunto entre os trending topics do Weibo, espécie de Twitter, com quase sete milhões de visualizações.

“Fiquei abismada quando vi a cena e ao mesmo tempo senti a grandeza do amor maternal — a mãe não perdeu tempo em empurrar o filho para fora quando se viu em perigo”, afirmou uma internauta.

“O shopping é definitivamente o responsável”, afirmou um internauta. “Como os funcionários não impediram que as pessoas usassem a escada rolante ou não pararam (depois do incidente)?”, questionou outro.

Acidente envolvendo segurança são comuns na China — as leis envolvendo tais situações no país são frouxas. Em 2012, um menino de 9 anos morreu ao ficar preso em uma escada rolante em um shopping de Beijing enquanto as pessoas assistiam atônitas. Em 2011, um adolescente de 13 anos morreu e outras 20 pessoas ficaram feridas em um acidente semelhante em uma estação de metrô local.

(IG)

 

 

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.