Brasil

Cineasta Hector Babenco morre aos 70 anos, em São Paulo

Hector Babenco, em 2015/Foto: Reprodução
Hector Babenco, em 2015/Foto: Reprodução
Redação
Escrito por Redação
Hector Babenco, em 2015/Foto: Reprodução

                                            Hector Babenco, em 2015/Foto: Reprodução

Morreu na noite de ontem, quarta-feira (13), o cineasta argentino-brasileiro Hector Babenco, aos 70 anos, segundo informação confirmada pelo Hospital Sírio Libanês. O velório será realizado amanhã, sexta-feira (13).
Naturalizado brasileiro desde o fim dos anos 1970, Babenco foi um dos mais importante realizadores do cinema nacional. São dele filmes como Carandiru (2003), Pixote: A Lei do Mais Fraco (1981) e O Beijo da Mulher Aranha (1985), todos de sucesso internacional.

Ele foi indicado ao Oscar de Melhor Diretor por O Beijo da Mulher Aranha, e três filmes seus disputaram a Palma de Ouro em Cannes.

Seu último filme foi lançado em 2015: Meu Amigo Hindu, com Willem Dafoe e Maria Fernanda Cândido, retratava a história de um cineasta em luta contra uma doença.(IstoÉ)

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.