Esportes

Clássico com papeis invertidos: agora Fla pressionado e Vasco em paz

Mais um duelo entre Vasco e Flamengo/Foto: Divulgação
Mais um duelo entre Vasco e Flamengo/Foto: Divulgação
Redação
Escrito por Redação

Já diziam os boleiros que o futebol é uma eterna roda gigante. Em 2015, Flamengo e Vasco se enfrentaram na Copa do Brasil e no Campeonato Brasileiro com o Cruzmaltino com a corda no pescoço e o Rubro-Negro em fase amena. No entanto, hoje, às 21h45, no estádio Mané Garrincha, em Brasília, o clássico vem à tona novamente, mas desta vez com os papéis invertidos.
Com um jejum de quatro jogos sem vitórias, sendo uma eliminação na Primeira Liga e uma derrota decepcionante para o Confiança na Copa do Brasil, o Flamengo teve os dias que antecederam ao duelo contra o rival marcados por muita cobrança da torcida. Membros de uma organizada invadiram o CT Ninho do Urubu – de acordo com a diretoria do clube – e se reuniram com o elenco a contragosto dos jogadores.

“Vai ser um jogo muito difícil, as equipes se conhecem bem. É cada um dar seu melhor. Muricy está pedindo muita concentração. Se vencermos, vão cair no esquecimento as derrotas e a eliminação”, avaliou o jovem lateral esquerdo Jorge.

O Vasco, por sua vez, segue navegando em mares tranquilos. O time lidera a Taça Guanabara de maneira isolada, está invicto no Campeonato Carioca e vem de uma vitória no clássico com o Botafogo, no último domingo, em São Januário.

No clássico desta quarta, o Rubro-Negro terá mais uma vez a chance de quebrar o jejum contra o Cruzmaltino que já dura um ano. A última vitória aconteceu dia 23 de março, por 2 a 1, ainda pelo estadual de 2015. De lá para cá, foram cinco derrotas para o rival e dois empates.

“Eu creio que isso já aconteceu inúmeras vezes desse lado, do outro lado, e é uma coisa muito comum (invencibilidade). Sabemos que o clássico não tem nenhum favorito. Tudo pode acontecer. Sabemos o quanto a equipe do Flamengo é perigosa. É uma boa equipe, merece todo respeito. Por isso estamos encarando com muita seriedade esse jogo”, destacou o técnico Jorginho.

O Vasco, no entanto, não tem boas lembranças do Mané Garrincha, já que ainda não venceu desde que o estádio passou por reformas para a Copa das Confederações de 2013 e para a Copa do Mundo de 2014. O clube, no entanto, ostenta um retrospecto para lá de positivo no que se refere a clássicos, já que dos últimos 14, só perdeu um.

Para a partida, o técnico do Flamengo, Muricy Ramalho, aguarda para poder escalar o atacante Guerrero. O peruano chega em Brasília nesta manhã, após ter jogado por sua seleção nas Eliminatórias nesta terça. Ele passará por uma avaliação física e, caso esteja em condições, será aproveitado.

O mesmo acontecerá pelo lado do Vasco com o goleiro Martín Silva. O uruguaio, no entanto, ficou na reserva em jogo de seu país e está mais descansado.

FLAMENGO X VASCO
Local: Mané Garrincha, em Brasília (DF)
Data e hora: 30 de março de 2016, às 21h45 (horário de Brasília)
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães
Auxiliares: Rodrigo Figueiredo Henrique Corrêa e Thiago Henrique Neto Corrêa Farinha

Flamengo
Paulo Victor, Rodinei, Wallace, Juan, Jorge; Márcio Araújo, Arão, Ederson; Gabriel, Emerson Sheik e Filipe Vizeu
Técnico: Muricy Ramalho

Vasco
Martín Silva, Madson, Luan, Rodrigo e Julio Cesar; Marcelo Mattos, Julio dos Santos, Andrezinho e Nenê; Jorge Henrique e Thalles
Técnico: Jorginho

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.