Amazonas Cidades

Com Exposição ‘Barcos da Amazônia’, Distrito Naval inaugura Salão Nobre

Almirante Wagner Zamith e Moacyr Andrade inauguram Salão Nobre/Foto: Divulgação
Almirante Wagner Zamith e Moacyr Andrade inauguram Salão Nobre/Foto: Divulgação
Redação
Escrito por Redação

Um espaço para valorizar a arte e oferecer aos artistas a oportunidade de exporem suas obras, estreitando os laços entre a Marinha do Brasil e o meio artístico da cidade de Manaus, é um dos pilares do Salão Nobre do Comando do 9º Distrito Naval (Com9ºDN) reinaugurado hoje, sexta-feira (27).

A reinauguração teve como destaques: a entrega da Medalha de Ouro de Honra ao Mérito da Academia de História do Amazonas ao Comandante do 9º Distrito Naval, Vice-Almirante Wagner Lopes de Moraes Zamith; a Exposição “Barcos da Amazônia” de Moacir Andrade e Noite de Autógrafos do Livro “Moacir Andrade Sob o Olhar dos Amigos – uma coletânea de depoimentos sobre o artista.

O Salão Nobre é um espaço anexo à Varanda Rio Negro, que consiste em um resgate histórico de quadros, panóplias e tradições navais. Era utilizado como sala de reuniões, área de confraternização e sala de espera em solenidades. Desativado em 2013, foi reformado e reinaugurado com o propósito de fomentar a arte e a cultura no âmbito no Com9ºDN.

A Exposição “Barcos da Amazônia” foi uma forma de reconhecimento ao artista Moacir Andrade por todo o legado doado à Marinha do Brasil. A exposição consiste em 59 desenhos produzidos pelo artista ao longo de sua vida, desde quando era criança e morava no beiradão do Rio Solimões até a fase adulta.

Exposição “Barcos da Amazônia” de Moacir Andrade

As gravuras representam variados navios, barcos e canoas, além de procissões fluviais, festejos e cenas cotidianas dos Rios da Amazônia.

A noite contou ainda com a noite de autógrafos do livro “Moacir Andrade Sob o Olhar dos Amigos” – uma coletânea de depoimentos sobre o artista amazonense, colhidos ao longo de mais de 70 anos de carreira como artista plástico, escritor e professor. O livro reúne depoimentos de Intelectuais brasileiros, professores, políticos e amigos que reconhecem nos depoimentos, a importância da obra de Moacir Andrade.

O artista Moacir Couto de Andrade é um artista de rara sensibilidade, pintor, desenhista, escritor e professor amazonense. Nascido em 17 de março de 1927, portanto, com 88 anos de idade, coleciona inúmeros prêmios nacionais e internacionais. Sua obra é de uma beleza incomparável e destaca-se pela grande relação com a natureza e paisagens amazônicas.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.