Amazonas Cidades

Com farda de presidiária, Marcelaine será julgada amanhã, quarta-feira (01)

Marcelaine vai ao julgamento de farda/Foto: Arquivo
Redação
Escrito por Redação

O 3º Tribunal do Júri da Comarca de Manaus realiza, amanhã, quarta-feira (01), com início às 08h30, o julgamento do caso envolvendo Marcelaine Santos Schumann (processo nº 0262071-78.2014.8.04.0001), no Plenário do Júri do Fórum Ministro Henoch Reis.
Marcelaine fez um pedido para não ser julgada com a farda laranjada de presidiária, mas o pedido foi negado.

No total, cinco réus foram pronunciados: Marcelaine Santos Schumann, como autora intelectual (mandante); Rafael Leal dos Santos, como autor material (executor); Charles Mac Donald Lopes Castelo Branco, Karen Arevalo Marques e Edney Costa Gomes, na qualidade de partícipes, nas penas do artigo 121, § 2º, I (homicídio qualificado, mediante paga ou promessa de recompensa, ou por outro motivo torpe) e artigo 14, II (tentativa, quando, iniciada a execução, não se consuma por circunstâncias alheias à vontade do agente), do Código Penal Brasileiro, praticado contra a vítima Denise Almeida da Silva.

A tentativa de homicídio ocorreu em novembro de 2014, no Centro de Manaus. Segundo a denúncia do Ministério Público, Marcelaine é acusada de planejar a morte da rival Denise Almeida da Silva em um triângulo amoroso, baleada quando saía de uma academia. As duas seriam amantes do mesmo homem, um empresário de Manaus. Os réus estão presos e até o momento nenhum confessou o crime.

A sessão pode terminar no mesmo dia, mas providências para transporte e hospedagem foram tomadas para o caso de o julgamento durar dois dias. Primeiramente vão ser ouvidas a vítima e as testemunhas (14); depois há o interrogatório dos acusados e segue-se com os debates, previstos para começar à noite. A sessão é pública, mas não poderão ser feitas imagens dos jurados ou publicar seus nomes.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.