Amazonas Política

´Com privatização teremos a energia mais cara do mundo,´ diz Orlando Cidade

Deputado Orlando Cidade (PTN)/Foto: Assessoria
Redação
Escrito por Redação

No ano passado o ministro de Minas e Energia, autorizou o início do processo de privatização do setor elétrico do país, incluindo a concessionária Eletrobras Amazonas Energia.
Segundo o deputado Orlando Cidade (PTN), isso significa a elevação das tarifas de energia elétrica de todo o país. “Historicamente o Amazonas sempre recebeu subsídios de outras concessionárias brasileiras dado ao custo para a geração de energias em suas termelétricas mantendo suas tarifas na média nacional”, afirmou Cidade.

Ainda de acordo com o parlamentar, todas as termelétricas hoje estão deficitárias e acarretam custos altíssimos para o seu funcionamento e dificilmente irão ter interessados na aquisição e controle dessas empresas.

Cidade alegou que o ministro de Minas e Energia acabou de conceder um reajuste de até 42% nas contas de energia elétrica e já sinaliza com um novo aumento para viabilizar a privatização. Isso fará os amazonenses  pagarem a energia mais cara do mundo.

“Senhor ministro, não se esconda e encare o problema da privatização de frente. Essa decisão vai prejudicar ainda mais aqueles que vivem no interior do Estado, nossos irmãos caboclos. Amazonenses, devemos unir forças contra a privatização da Eletrobras Amazonas Energia em prol de um Amazonas melhor.

Cidade irá solicitar audiência publica para discutir o assunto

Após o início dos trabalhos, o deputado Orlando Cidade irá propor uma audiência pública para discutir com representantes do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Urbanas do Estado do Amazonas (Stiuam) e da Central Única dos Trabalhadores (CUT) a proposta de privatização da concessionária Eletrobras Amazonas Energia.

Também, serão convidados representantes do Ministério de Minas e Energia e da empresa Amazonas Eletrobras Amazonas Energia.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.