Amazonas Cidades

Combate a queimadas tem reforço com base do Corpo de Bombeiros no Parque Sumaúma

Instalada Base do Corpo de Bombeiros no Parque Sumaúma/Foto: José Narbaes
Instalada Base do Corpo de Bombeiros no Parque Sumaúma/Foto: José Narbaes
Redação
Escrito por Redação

Na última sexta-feira (10), foi oficialmente instalada a base do Batalhão de Incêndio Florestal e Meio Ambiente (BIFMA), do Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas, no Parque Estadual Sumaúma (Parest), na zona norte, iniciativa resultante de uma parceria da Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema) com o comando do Corpo de Bombeiros, refletindo as ações do governo do Estado para a execução do “Plano de prevenção, controle e combate às queimadas”, no segundo semestre deste ano, plano a ser lançado na próxima terça-feira (14).
Para o titular da Sema, Antonio Stroski, a presença do BIFMA no parque é estratégica para o trabalho que o Estado executará contra queimadas no período de calor que se aproxima. “Temos feito um trabalho permanente de educação ambiental porque queremos evitar que as queimadas ocorram e com a parceria com o Corpo de Bombeiros a resposta às ocorrências se torna mais rápida e eficiente. Os órgãos de Estado estão juntos contra as queimadas com o Corpo de Bombeiros, Ipaam, Sema e Defesa Civil. A presença do BIFMA no Sumaúma vai ajudar muito no combate a queimadas e não é só estratégica, mas tem tudo a ver com a característica do batalhão”, disse.

Um contingente de 30 bombeiros permanecerá no parque, em sistema de escala, durante 24 horas. Além de garantir a segurança e conservação do parque, o BIFMA também oferecerá aos visitantes ações diárias de educação ambiental, palestras, orientação sobre os cuidados que se deve adotar em trilhas, busca e salvamento com cães, entre outros.

De acordo com o comandante geral da corporação, Fernando Sérgio Luz, a instalação do BIFMA no parque Sumaúma é uma resposta do Governo do Estado, à sociedade, apresentando mais uma ação de antecipação para o enfrentamento ao período de queimadas. “Com a base do BIFMA no Parque Sumaúma teremos os esforços concentrados de onde poderemos dar uma rápida resposta para o atendimento de situações de queimadas no Estado”, disse.

O comandante complementa que a parceria vai possibilitar melhoria para a formação de brigadas de incêndio. “A parceria com a Sema é muito positiva e também vai possibilitar a aquisição de equipamentos e formação de brigadistas na capital e, principalmente, no interior do Estado. Queremos dizer à sociedade que estamos trabalhando preventivamente com a Sema desde o início do ano para o combate a queimadas, mas nosso esforço é impedir que elas ocorram”, destacou.

Cinoterapia – O BIFMA também deve passar a oferecer a Cinoterapia para crianças no parque Sumaúma, uma nova abordagem terapêutica que utiliza cães no tratamento físico, psíquico e emocional de pessoas com necessidades especiais. A terapia ainda não tem data definida para ser iniciada, mas será realizada com os cães da raça Labrador do Comando de Busca e Resgate e Salvamento com Cães do Corpo de Bombeiros (BRESC) que já estão no parque. Os animais são os mesmos usados em resgates reais de pessoas desaparecidas em área de floresta no Estado e terão o papel de estimular a reabilitação e reeducação global dos participantes da terapia.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.