Mundo

Comício de Trump tem protesto, e polícia usa spray de pimenta

Redação
Escrito por Redação

Em um dos piores episódios da corrida eleitoral americana deste ano, manifestantes contrários ao republicano Donald Trump jogaram camisetas com fogo, garrafas e pedras contra policiais durante protesto do lado de fora de um comício do magnata na noite desta terça-feira (24), no Novo México.

A polícia respondeu com spray de pimenta e bombas de efeito moral, lançadas contra a multidão do lado de fora do centro de convenções de Albuquerque.

Enquanto centenas brigavam e tentavam invadir o local, do lado de dentro o virtual candidato republicano teve a fala interrompida diversas vezes pelos manifestantes, que seguravam cartazes chamando Trump de fascista e dizendo “Basta”.

Como já ocorreu em protestos anteriores, Trump ordenou que a segurança retirasse os manifestantes. “Vá para a mamãe”, provocou o republicano.

Reagindo a um dos que o criticavam, o republicano perguntou “quantos anos tem esse garoto?”, dando sua própria resposta em seguida: “Ainda usa fraldas”.

Os apoiadores de Trump, por outro lado, responderam ao ato com gritos de “Construa o muro!”, em referência à polêmica proposta de erguer uma divisão física entre o México e os Estados Unidos, para conter os imigrantes.

Depois do evento, o candidato magnata tuitou: “Ótimo comício no Novo México, público incrível!”.
Esta foi a primeira parada de Trump no Estado, o mais hispânico do país.

Logo quando anunciou seu nome para a disputa eleitoral republicana, Trump deu uma de suas mais controversas declarações, que ainda deixa mexicanos e imigrantes incomodados.

“Eles (mexicanos) trazem drogas, trazem crime, são estupradores; alguns eu presumo que sejam boas pessoas, mas falo com guardas de fronteira e eles nos dizem o que estamos aceitando”, afirmou Trump à época.

No confronto desta terça (24), policiais ficaram feridos, segundo a corporação, e pelo menos um manifestante foi preso.

(Notícias ao Minuto)

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.