Amazonas Cidades

Comunidades participam de curso de Prevenção às Drogas em escola na zona Sul

Secretário-Executivo Pedro Florêncio/Foto: Lorena Andrade
Secretário-Executivo Pedro Florêncio/Foto: Lorena Andrade
Redação
Escrito por Redação

Por intermédio do Programa de Redução da Violência e do Uso de Narcóticos e Entorpecentes (Previne), foi iniciado na terça-feira (15), pela  Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), o curso de Extensão Universitária de “Prevenção do Uso de Drogas e da Violência”, o qual será ministrado até a sexta-feira (18), na Escola Municipal Ana Mota Braga, no bairro Petrópolis, zona Sul de Manaus.
Cerca de 60 comunitários vão participar do treinamento, segundo o secretário-executivo-adjunto de Operações, Pedro Florêncio, a iniciativa do curso surgiu do pedido do presidente da Associação de Moradores da Comunidade São Sebastião, Manoel Mafra, que solicitou o treinamento para que os comunitários possam atuar de forma preventiva nas comunidades.

Pedro Florêncio afirma que os moradores da São Sebastião terão acesso a conteúdos importantes para se tornarem multiplicadores, que terão a missão de atuar dentro da comunidade na prevenção ao uso indevido de drogas por crianças, jovens e adultos. “A equipe da SSP-AM e do Previne preparou o curso com muita dedicação e empenho para que essa semana de treinamento capacite todos os participantes para auxiliar o programa”.

Os temas que serão abordados durante o curso de extensão universitária são: autoestima e motivação, importância da família na prevenção ao uso indevido de drogas, doenças sexualmente transmissíveis, drogas lícitas e ilícitas e lei de entorpecentes e seus reflexos na atividade policial e na sociedade em geral.

Os participantes vão finalizar a capacitação com uma visita técnica na Fazenda da Esperança, localizada no km 15 da BR-174. De acordo com a coordenadora do Previne, Edméia Holanda, a experiência é fundamental para os futuros trabalhos dos multiplicadores. “Os multiplicadores tem o papel de atuar em suas comunidades, locais de trabalho e vizinhança para reduzir os riscos de iniciações às drogas. Ter esse momento na Fazenda Esperança que é comunidade de recuperação de dependentes químicos fortalece todo o aprendizado adquirido através do curso”.

Participantes atentos ao curso/Foto: Divulgação

                                         Participantes atentos ao curso/Foto: Divulgação

...e a hora de descontração e civismo/Foto: Divulgação

                                        …e a hora de descontração e civismo/Foto: Divulgação

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.