Amazonas Destaques Esportes

Conceição derrota cubano e vai à final do boxe

Robson Conceição(azul), e está na final do boxe/Foto: Reuters
Redação
Escrito por Redação
Robson Conceição(azul), e está na final do boxe/Foto: Reuters

                           Robson Conceição(azul), está na final do boxe/Foto: Reuters

O boxeador Robson Conceição segue firme na busca por uma medalha de ouro nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. Após garantir ao menos o bronze por ter assegurado vaga na semifinal, o atleta superou o cubano Jorge Lazaro Alves, hoje, domingo (14), por decisão dos jurados e avançou para a final do peso ligeiro (até 60 quilos).

O resultado faz o Brasil igualar sua melhor campanha na modalidade, já que, como está na final, Conceição já garantiu a medalha de prata, mesma conquistada por Esquiva Falcão nos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012.

Agora, o brasileiro enfrentará o vencedor do embate entre o mongol Otgondalai Dorjnyambuu e o francês Sofiane Oumiha, que acontece ainda, hoje, domingo (14) às 18h30 (de Brasília). A final está marcada para a próxima terça-feira (16), às 19h15 (de Brasília).

“Eu não penso em bronze e prata, minha meta é ser campeão olímpico. O (adversário) que vier está bom, estou bem preparado”, declarou o lutador em entrevista ao canal “Sportv”.

Quinto colocado no ranking elaborado pela Associação Internacional de Boxe Amador (AIBA, na sigla), Robson Conceição superou o líder do ranking neste domingo, já que a posição era ocupada por Lazaro, que também é tricampeão mundial na divisão. Dentre os possíveis adversários, Otgondalai Dorjnyambuu é o segundo melhor atleta do ranking, enquanto Sofiane Oumiha ocupa a sexta posição.

A luta

Conceição começou a luta tomando a iniciativa do combate. O brasileiro não perdeu tempo e logo dominou o centro do ringue. No entanto, Conceição se movimentou pouco e sofreu com as combinações do cubano, que capitalizou as brechas deixadas pelo rival. Ao término do round, os árbitros deram vitória para Lazaro por 10 a 9 na opinião de dois jurados, enquanto o terceiro viu vitória do brasileiro.

No segundo round, a estratégia adotada por Robson foi semelhante a do primeiro assalto. Novamente o representante brasileiro dominou o centro do ringue, mas desta vez mostrou mais mobilidade para escapar das investidas de Lazaro. Mais agressivo, Conceição buscou mais o combate e tomou conta durante os três minutos do assalto. No final, os jurados consideraram vitória para o brasileiro por unanimidade por 10 a 9.

O assalto decisivo modificou a tônica dos períodos anteriores. Conceição manteve-se agressivo, mas Lázaro abandonou a postura cautelosa e partiu para a troca franca. No entanto, ao invés de dominar o centro do ringue, o brasileiro tentou circular sobre o cubano, aproveitando sua boa velocidade para conectar os golpes. Faltando poucos segundos para o fim da luta, o embate precisou ser interrompido para que um corte em Conceição fosse analisado pelos médicos após um choque de cabeça com o cubano. Os últimos 30 segundos de luta foram de trocação franca, a melhor até este momento na olimpíada. No fim, a vitória ficou para o brasileiro por decisão unânime.

Conceição exalta vitória sobre tricampeão mundial e indica torcida como fator chave para vitória

Após a luta, Robson Conceição celebrou bastante a vitória sobre Lázaro, já que o atleta é tricampeão mundial e os embates entre eles estavam empatados, já que cada um havia vencido uma luta anteriormente. Avançando para a final, o brasileiro garante ao menos a medalha de prata, igualando assim a melhor participação brasileira no esporte em Jogos Olímpicos, já que Esquiva Falcão também conquistou a medalha de prata em Londres-2012. No entanto, o brasileiro ainda quer mais.

“Com certeza, esta é a mais importante da minha vida. Lazaro é muito bom, três vezes campeão mundial. O trabalho que venho fazendo há anos, com muita dedicação, de não estar perto da família, com certeza me ajudou bastante esta determinação minha. Me preparei, fiz uma estratégia muito boa, graças a Deus e a torcida sai com a vitória. A importância (da torcida) é imensa, se não fosse pela torcida, o resultado poderia ser diferente. Me deu determinação e motivação a mais para sair com a vitória”, relatou.

Quem também celebrou o resultado foi o treinador da seleção olímpica de boxe, Mateus Borges. Após lamentar a derrota de Robenilson de Jesus na luta anterior, o técnico exaltou a apresentação de Robson, destacando toda a dedicação do atleta em busca do sonho olímpico.

“Ficamos muito tristes com a derrota do Robenilson, mas o Robson hoje recebeu o prêmio pela sua de dedicação. Ele vai em busca do ouro. O trabalho era na meia e longa distância, a gente sabia que ele ia fazer volume na curta para chamar arbitragem pra ele”, explicou o técnico, que preferiu não escolher adversários para a final.

“Os dois atletas são muito duros, o da Mongólia é mais forte, mas o francês evoluiu muito nos últimos tempos”, salientou Borges.(UOL)

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.