Amazonas Cultura Destaques

Concurso de Fantasias no TA resgata a tradição de bailes de clube, em Manaus

Fantasias relembram os grande bailes/to: Valdo Leão
Redação
Escrito por Redação

Resgatando uma tradição antiga de Manaus, o Domingo de Carnaval, foi reservado para mais uma edição do Concurso de Fantasia e de Máscara, evento que lotou o Teatro Amazonas, um dos principais cartões postais da cidade, com entrada gratuita, premiando com troféus e dinheiro os três primeiros colocados em cada uma das oito categorias disputadas – Melhor Idade, Originalidade Feminino, Originalidade Masculino, Luxo Feminino, Luxo Masculino, Mestre Sala & Porta Bandeira, Melhor Máscara Originalidade e Melhor Máscara Luxo.
Realizado há 12 anos, o concurso relembra os bailes antigos dos clubes de Manaus. Segundo o secretário estadual de Cultura,  além de valorizar a arte, o concurso oferece uma oportunidade de ampliação do calendário de Carnaval do Amazonas, com foco também na promoção do turismo cultural do Amazonas.

“Manaus tem uma tradição de desfiles de fantasia que vem de vários clubes – do Rio Negro, do Ideal, do Nacional, do Luso Sport Clube, da União Esportiva Portuguesa, que realizavam bailes de Carnaval e, no meio da festa, interrompiam para o Desfile de Fantasia Luxo e Originalidade. Isso foi retomado pelo Governo do Estado, ganhando uma nova proporção”, destacou Robério Braga, ao lembrar que o evento teve as primeiras edições em frente ao Ideal Clube, depois no Largo São Sebastião e, agora, até por economia, foi para dentro do Teatro Amazonas.

Outra constatação do secretário é o reconhecimento da arte de confeccionar e desfilar fantasia. “Isso dá também uma outra leitura do Teatro para todas as artes. Aí há uma arte fundamental, da confecção do desenho, da criação, de todo o processo de desenvolvimento da fantasia, seja de Mestre Sala e Porta Bandeira, seja da máscara e seja a fantasia que desfila na Escola de Samba. Valoriza o artista, traz o publico que vai ver com mais atenção e com mais cuidado aquela fantasia que saiu no alto do carro alegórico e que não teve uma visão  mais adequada, mais detida”, complementa.

Premiados – Entre os artistas que tiveram o talento premiado está a professora Terezinha de Jesus Gonçalves, vencedora do Concurso de Fantasia na categoria Melhor Idade, que inovou ao usar material reciclável para criar a personagem “Emília na Folia da Cidade Grande”. Segundo Terezinha, que, além do troféu de campeã, levou um prêmio de R$ 3 mil em dinheiro, a inspiração da fantasia, feita com tampinhas de refrigerante e outros materiais, vem do trabalho que já realiza em sala de aula.

“De repente, tive a ideia de juntar as tampinhas nas cores da Emília, porque eu imagino hoje que se ela fosse urbana, teria essa cara. A roupa não seria com tiras de tecido, teria essa cara ecológica, de quem se preocupa com o meio ambiente, de não desperdiçar e reaproveitar tudo. Então, eu queria que ela tivesse essa característica urbana”, explicou.

Na categoria Luxo, a principal do concurso, o primeiro lugar feminino foi para Priscila Nascimento, com a fantasia “Portela, Eu Nunca Vi Coisa Mais Bela”. Quem venceu no masculino, foi o roraimense Marcos Antônio Matos, com a fantasia “Senhor do Dia e da Noite”. Além de troféu, o prêmio maior nessa categoria foi de R$ 5 mil. O segundo e o terceiro lugares ganharam R$ 4 mil e R$ 3 mil, respectivamente.

Na categoria Melhor Fantasia Originalidade feminino, o primeiro lugar foi para Clotilde Cordeiro dos Santos, com sua fantasia “Floresta Amazônica – Fauna e Flora”. No masculino, venceu Fábio Almeida, com seu “Encanto dos Jogos Olímpicos do Brasil”. Gracinete Ramos e James Paixão, da escola Sem Compromisso, venceram a categoria de Mestre Sala & Porta Bandeira. Já o concurso de máscara teve como vencedores Andreia Simone, na categoria Luxo  e Aurilena Cordeiro, na categoria Originalidade.

Um evento atrás do outro – No balanço parcial feito pelo secretário Robério Braga, ele avaliou como extremamente positivos, os eventos do Carnaval oficial de Manaus realizado pelo Governo do Estado, que se prolonga desde a última quinta-feira com vários eventos. Somente no desfile das escolas de Samba do Grupo Especial, no sábado, dia 6, mais de 100 mil pessoas foram ao Sambódromo, sem nenhum registro de ocorrência grave.

“O público superou a expectativa no Desfile Oficial de sábado. As escolas se reinventaram, como disse o governador José Melo, e nós conseguimos fazer um Carnaval de alto nível, de grande qualidade e que continua marcando posição firme na história da arte popular brasileira”, disse Robério, ressaltando o trabalho integrado entre todos os órgãos das esferas estadual, municipal e da Justiça.

...os bons tempos dos bailes de clubes em Manaus/Foto: Valdo Leão

…os bons tempos dos bailes de clubes em Manaus/Foto: Valdo Leão

...concurso com muitas premiações/Foto: Valdo Leão

…concurso com muitas premiações/Foto: Valdo Leão

Agora é Carnaboi – As  atenções, agora,  para o Carnaboi 2016, que está de volta ao seu local de origem, o Sambódromo, mas com formato inovador, por solicitação dos próprios representantes dos bois-bumbás Caprichoso e Garantido e levantadores de toadas dos bois de Manaus – Brilhante, Corre-Campo e Garanhão.

A inovação fica por conta do palco giratório com banda que ficará montado na área de ferradura do Sambódromo e irá maximizar o tempo de apresentação entre as bandas, dando mais eficiência à organização do evento e comodidade aos artistas e público.

Serão dez horas de muito boi-bumbá, animando os brincantes, com artistas consagrados como Arlindo Júnior, Sebastião Júnior, Israel Paulain, Márcia Siqueira, Carlinhos do Boi, Canto da Mata, David Assayag e muito mais.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.