Saúde

Congresso de Iniciação Científica, apresentará 48 projetos de pesquisa

iniciacao-cientifica
Redação
Escrito por Redação

Começa nesta terça-feira (04), às 8h30, o “V Congresso de Iniciação Científica”, promovido pela Fundação de Medicina Tropical Dr. Heitor Vieira Dourado (FMT-HVD), vinculada à Secretaria Municipal de Saúde (Susam). Durante o evento, que acontecerá até quarta-feira (05), serão apresentados 48 projetos de pesquisas dos acadêmicos participantes do Programa de Apoio à Iniciação Científica (PAIC), que é executado em parceria com a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam). O congresso acontecerá no auditório da FMT (na avenida Pedro Teixeira, no Dom Pedro), reunindo profissionais, pesquisadores e acadêmicos da área da saúde.

 

De acordo com a diretora-presidente da FMT, Graça Alecrim, a programação incluirá a realização de mesas redondas e a apresentação dos projetos de pesquisa dos acadêmicos participantes do PAIC. “Neste ano, a FMT comemora a 15ª edição do PAIC. Ao longo desses 15 anos, foram ofertadas mais de 600 bolsas e aproximadamente 590 alunos, oriundos de instituições de ensino públicas e particulares, já passaram pelo programa”, informa Graça Alecrim. Ela ressalta que a Fundação de Medicina Tropical foi a primeira autarquia do Governo do Estado, vinculada à Susam, a implantar o Programa de Apoio à Iniciação Científica, em 2001, com recursos próprios, nomeando-o de PAIC. À época, a FMT assumiu o compromisso de custear 26 bolsas de estudo. A partir de 2004, estabeleceu parceria com a Fapeam e passou a receber incentivo e apoio integral da agência estadual, na concessão das bolsas e do auxílio-pesquisa. A conferência de abertura do Congresso será proferida pela diretora-científica da Fapeam, Andrea Waichman, que abordará a importância do apoio da instituição à iniciação científica.

Segundo a diretora do Departamento de Pesquisa da FMT-HVD e coordenadora do PAIC na instituição, Maria das Graças Barbosa, anualmente são ofertadas por meio do programa 50 bolsas de estudo aos alunos de graduação na área de Ciências da Saúde, Ciências Biológicas e outras áreas afins, em projetos de pesquisa orientados por profissionais com título de mestre ou doutor, vinculados ao quadro da FMT-HVD, bem como por professores credenciados como permanentes ou colaboradores e doutorandos com título de mestre, vinculados ao Programa de Pós-graduação em Medicina Tropical (PPG-MT).

“Ao longo desses anos, tem-se obtido resultados qualitativos e quantitativos animadores, justificando o investimento feito para a consolidação de um programa que tem papel fundamental na formação de uma futura geração de pesquisadores amazônidas, preparando-os para os cursos de pós-graduação, sobretudo, aos cursos de mestrado e doutorado”, afirma Graças Barbosa.

Ela destaca a parceria exitosa firmada entre a FMT-HVD e a FAPEAM, frisando que o programa é uma importante oportunidade para os alunos de graduação da área de saúde que pretendem complementar sua formação e ingressar no ensino e na pesquisa, contribuindo, assim, para formação de pessoal e para o desenvolvimento da região.

Os 48 projetos de pesquisa que estarão em exposição durante os dois dias do V Congresso de Iniciação Científica da FMT abordam temas em diversas áreas de estudo, como por exemplo a Parasitologia, Virologia, Bacteriologia, Dermatologia e Micologia, contemplando doenças como HIV/Aids, Malária, Chagas, Tuberculose, Leishmaniose e agravos como acidentes com animais peçonhentos. Nos dois dias de evento os trabalhos serão apresentados e, ao final, haverá uma premiação para os que mais se destacarem.

Estudante pesquisador – Modalidade de pesquisa acadêmica desenvolvida por alunos de graduação, a iniciação científica tem a finalidade de estimular a formação de futuros pesquisadores, professores e cientistas. Neste tipo de programa, o acadêmico começa a ter contato com a escrita acadêmica, a sistematização de ideias e de referenciais teóricos, começando a desenvolver a síntese de observações ou experiências, a elaboração de relatórios e demais atividades associadas às tarefas de pesquisador. Neste processo, os acadêmicos são acompanhados por um professor orientador.

 

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.