Amazonas Esportes

Conmebol tira Del Nero da FIFA como representante Sul-Americano

Del Nero, presidente da CBF/Foto: Arquivo
Del Nero, presidente da CBF/Foto: Arquivo
Redação
Escrito por Redação

Marco Polo Del Nero está prestes a deixar sua cadeira no Comitê Executivo da Fifa. A Confederação Sul-Americana de Futebol, que indica os representantes do continente na Fifa, tomou a decisão de substituí-lo. Seu substituto será definido na próxima reunião da Conmebol, a ser realizada na última semana de novembro, no Rio de Janeiro.
O presidente da CBF faz parte do Comitê Executivo desde 2012, mas parou de frequentar suas reuniões (e todos os outros eventos fora do Brasil) desde 27 de maio deste ano, quando o FBI prendeu uma série de dirigentes de futebol – entre eles seu vice-presidente e antecessor na CBF, José Maria Marin.

Del Nero não participou da última eleição na Fifa, em 29 de maio, não esteve no sorteio das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018, na Rússia, e faltou a três reuniões do Comitê Executivo da Fifa. Nesta semana haverá um encontro de emergência em Zurique – do qual o presidente da CBF novamente não participará. O cartola também deixou de viajar com a seleção brasileira – seja em amistosos, na Copa América ou nas partidas das Eliminatórias.

A decisão de substituir Del Nero já estava sendo discutida na CBF havia meses, como este blog mostrou em 25 de agosto. O presidente da Associação Uruguaia de Futebol, Wilmar Valdez, quer a cadeira – mas a Conmebol também trabalha com a possibilidade de indicar outro brasileiro.

Além do Comitê Executivo, Marco Polo Del Nero faz parte dos comitês de Beach Soccer e dos comitês de organizadores do Mundial de Clubes, da Copa do Mundo e dos torneios olímpicos de futebol. Como dirigente da Fifa, recebe um salário estimado de 200 mil francos anuais.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.