Amazonas Esportes

Contraprova de exame confirma doping de Fred em jogo da seleção

Fred em treino da seleção na Copa América/Foto: AP
Fred em treino da seleção na Copa América/Foto: AP
Redação
Escrito por Redação

A contraprova realizada no exame antidoping do meia brasileiro Fred, do Shakhtar Donetsk (UCR), manteve o resultado positivo para a substância diurética hidroclorotiazida.
A Folha apurou que a Conmebol deve publicar o resultado nas próximas horas, e a partir daí o Tribunal de Disciplina da entidade deve suspendê-lo provisoriamente por 30 dias.

Os advogados do jogador terão esses dias para preparar a defesa do julgamento, que pode tirar o atleta de campo por alguns meses.

Fred nega que tenha usado substância ilícita.

“Confio na minha inocência e vou provar isso perante os órgãos competentes. Tenho uma trajetória limpa no futebol e conto com o apoio de todos”, afirmou por meio de nota divulgada pela sua assessoria de imprensa.

Logo depois da confirmação da contraprova, a CBF emitiu uma nota e afirmou que encaminhou uma lista completa de todos os medicamentos que seriam utilizados pela seleção brasileira para a organização do torneio. De acordo com a entidade, a substância hidroclorotiazida não fazia parte da lista enviada, tampouco da relação de medicamentos padronizados.

“Portanto, não tínhamos esse medicamento a nossa disposição e o mesmo não foi ministrado pelo corpo médico da seleção brasileira”, diz a nota.

O departamento médico da CBF também colocou à disposição dos “órgãos competentes o prontuário do atleta e todos os demais documentos, caso necessário”.

O exame da contraprova foi realizado no laboratório Coldeportes, em Bogotá, e contou com a presença do médico da seleção brasileira, Rodrigo Lasmar.

A amostra foi colhida durante a participação do jogador de 22 anos na Copa América do Chile, em junho, com a seleção brasileira.

A urina foi recolhida depois de uma partida, mas não foi divulgado em qual. Fred foi titular nas duas primeiras partidas do Brasil no torneio, contra Peru e Colômbia.

A hidroclorotiazida –usada em medicamentos para hipertensão– é uma substância proibida pela Wada (Agência Mundial Antidoping) porque pode ser usada para mascarar outras substâncias ingeridas, como anabolizantes ou estimulantes, já que é um diurético.

Fred foi convocado para a Copa América como substituto de Luiz Gustavo, cortado devido a uma lesão.

Ele começou o torneio como titular, atuando nas duas primeiras partidas, contra Peru e Colômbia. Depois perdeu a vaga para Philippe Coutinho.

Pelo regulamento antidoping da Copa América, dois jogadores por partida são convocados a realizar o exame de urina.

Na quarta (28), Fred foi escalado como titular no duelo do Shakhtar Donetsk contra o Fenerbahçe, da Turquia, pela terceira fase de classificação da Liga dos Campeões da Europa.

Ele atuou durante a maior parte do jogo, sendo substituído já nos acréscimos do segundo tempo. O jogo terminou 0 a 0.

A Conmebol não se pronunciou sobre o assunto, e a CBF informou que só falará do assunto quando for notificada pela entidade sul-americana. O advogado de Fred, Marcos Motta, não foi encontrado para comentar o assunto.(UOL/Folha)
r

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.