Colunas

Conversa fiada não – Por Garcia Neto

Redação
Escrito por Redação

garcia-neto

Apesar da insistência do senhor Wilton Pereira dos Santos para eu participar de sua carreata, preferi ignorar o convite, pela falta de seriedade deste cidadão, que me disse, sem apresentar comprovante, que sua candidatura “foi deferida”. Em sentença, o juiz Celso Souza de Paula deferiu o registro de candidatura de Wilton, ressaltando que “o mesmo é elegível até este momento”. Leiam ATÉ ESTE MOMENTO, portanto, fica caracterizada como uma decisão precária.
Mas, a campanha em Novo Airão está a todo vapor, com a mobilização dos oito pretendentes ao cargo de prefeito. O que se assiste nos palcos airãoenses é a massificação do marketing eleitoral dos candidatos, seja através das mídias sociais, seja pelas carreatas ou no conhecido corpo a corpo diário das caminhadas pelas ruas da cidade, que é o momento para o refinamento das propostas de campanha e, assim, ganhar o voto nas urnas.

Durante esse contato, espera-se que os candidatos tenham o mínimo de respeito pelo eleitor, principalmente aquele que já passou pelo cargo e deixou muito a desejar, transformou-se em ficha suja contumaz, que por força de decisão do Supremo poderá ou não ficar candidato. O que preocupa é o excesso de mentiras de prefeituráveis com registro de candidatura ainda sub judice, “até este momento”.

O contato com os eleitores é uma coisa, mas a outra são as estratégias de propaganda política baseada na exaltação das virtudes – reais ou supostas -, bem como da divulgação positivista de candidatos que poderão polarizar o pleito em Novo Airão. Percebe-se que os correligionários transformaram as redes sociais num palco de muitos pôsteres agressivos, hostis e inúmeros ataques àqueles que ousam se contrapor às suas idéias ou pensamento ideológico-partidário.

Uma lástima, mesmo, mas ainda arrisco a recomendar a cada eleitor bastante cuidado com esse tipo de sedução. Urge saber quem é quem nesse processo, para não errar na hora da escolha do nome mais viável para o cargo de prefeito. Importante saber que deferimento de candidatura de ficha suja pela Justiça não significa dizer que limpou o nome. Não, não limpa antecedentes criminais no passado, portanto, deve ser execrado do meio político no dia do pleito.

Portanto, eleitor, diga NÃO a ficha suja, não votem em candidato ficha suja, rejeite-o, ignore-o, pelo bem de Novo Airão. A eleição desse espécime de homem público é dar plenos poderes para ele voltar a praticar os mesmos crimes, ou talvez até bem piores do que cometeu.

*Garcia Neto é professor e jornalista

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.