Amazonas Cultura

Coral João Gomes Júnior comemora 59 anos com ‘Concerto de Gala’

Coral João Gomes Junior, regido pelo maestro Nivaldo Santiago/Foto: Arquivo
Coral João Gomes Junior, regido pelo maestro Nivaldo Santiago/Foto: Arquivo
Redação
Escrito por Redação

Uma grande celebração musical é o que acontecerá na próxima segunda-feira (13), com o “Concerto de Gala do Coral João Gomes Júnior”, às 20h00, no Teatro Amazonas, em comemoração ao seu 59º aniversário de sua criação, com entrada gratuita.
O coral foi fundado em 19 março de 1956, pelo professor e maestro amazonense Nivaldo Santiago, que foi aluno do maestro paulista João Gomes Junior, que dá o nome ao coral, devido à história de sucesso que possui vinculada à música.

Nivaldo Santiago, após completar sua formação musical, desistiu de uma bolsa de estudos para um conservatório de música no exterior, para formar o novo coral e enfrentou muitas dificuldades para mantê-lo na década de 50. No entanto, contou com pessoas que prestaram ajuda ao grupo, desde governantes até os cidadãos mais simples.

Os primeiros ensaios do coral eram realizados na Catedral Metropolitana de Manaus, onde eram feitas as classificações dos componentes do coral. Dentre as primeiras coralistas, está a gerente de banco aposentada, Aníria Saboia, 78 anos. “Adoro fazer parte do coral. Ele já faz parte da minha vida”, ressaltou.

Para a juíza aposentada do Tribunal de Justiça, Cleomar Feitoza, de 81 anos, presidente do coral, acompanhar a história dele, desde os primeiros dias até hoje, é uma grande alegria. “Apesar de todas as dificuldades, conseguimos alcançar a vitória de termos um grupo unido pela música, há quase 60 anos”.

O comerciário aposentado Jandenir Fonseca, de 78 anos, também comemora: “Fico feliz de estar no João Gomes Junior, que está entre os dez corais mais antigos do Brasil. É uma realização, pois sempre gostei de cantar e fui muito incentivado pela minha família”, ressaltou.

No repertório do concerto serão apresentadas 18 músicas, dentre clássicos da música erudita como “Coro dos Peregrinos”, da ópera Tannhäuser, de Richard Wagner,“Lacrimosa”, de Wolfgang Amadeus Mozart,e “Ave Maria”, de Johann Sebastian Bach, além de outras do repertório popular nacional, com destaque para composições amazonenses.

O Coral João Gomes Júnior faz apresentações durante todo o ano, com 40 integrantes,que se reúnem na casa de dona Cleomar Feitoza, duas vezes por semana, para os ensaios, com a regência do maestro MoisésRodrigues.

De tão conhecido, o coral ganhou um livro que conta sua história: “Coral João Gomes Junior: uma aventura musical no Amazonas”, de Elson Farias, lançado em 2010.

João Gomes Junior

O maestro paulista João Gomes Junior é um ícone da música erudita brasileira. De 1877 a 1954, compôs 627 obras distribuídas pelos vários gêneros: óperas líricas, sinfonias, suítes orquestrais, quartetos, solo de flauta, trios, músicas religiosas, música de câmara, solos de piano, canto e piano, solos de violino, solo de violoncelo, músicas orfeônicas, infantis e escolares.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.