Amazonas Economia

Corecon-AM dá dicas para a redução no consumo de energia elétrica

Como reduzir consumo de energia/Foto: Arquivo
Como reduzir consumo de energia/Foto: Arquivo
Redação
Escrito por Redação

Com os aumentos consecutivos da tarifa de energia elétrica nos últimos meses, o Conselho Regional de Economia do Amazonas (Corecon-AM), orienta o consumidor sobre como manter equilibrada a conta deenergia, sem sofrer os impactos dos últimos reajustes. O consumo consciente e a aquisição de aparelhos eletrodomésticos eficientes podem fazer a diferença no cálculo da fatura, informou o presidente do Conselho, Marcus Evangelista.
Apesar da vigência do reajuste no sistema de bandeiras tarifárias pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e a cobrança do aumento retroativo aos meses de maio, junho e julho na fatura da Eletrobras Amazonas Energia, pequenas ações diárias podem impactar positivamente o bolso do consumidor nos próximos meses.

Investir em eletrodomésticos com selos do Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica (Procel) é outra alternativa segura para garantir uma conta de energia com menos surpresas. “Os aparelhos com o selo indicam que o eletrodoméstico possui eficiência energética”, afirmou Marcus Evangelsita. O essencial, segundo ele, é a família  atentar para o consumo consciente já que a previsão para este ano é que o preço daenergia elétrica aumente 50,9%, de acordo com estimativas do Banco Central.

“Evitar abrir a geladeira consecutivamente, passar todas as roupa de uma só vez, diminuir o uso do ar-condicionado optando pelos ventiladores em dias amenos e evitar o acúmulo de ligações na mesma tomada são alternativas possíveis de serem realizadas diariamente. “Não precisa se privar do conforto, mas saber utilizar a energia que você se tem disponível”, disse o presidente do Corecon/AM.

Tomadas

Outras dicas apontadas pelo especialista é atenção para as tomadas. “Computadores, celulares, DVD’s, aparelhos de TV a cabo e qualquer objeto que se conecte à tomada deve ser desconectado quando não estiver em uso, com exceção da geladeira, claro”, disse. Quando desconectados, é possível economizar energia para manter os mesmos aparelhos ligados por outros meses. “Mesmo no modo stand by eles podem representar um gasto mensal de 12%. É jogar a energia fora”, explica Evangelista.

Para a iluminação da casa, a instrução é o uso das lâmpadas fluorescentes e LEDs, elas economizam até 80% de energia em comparação com as incandescentes. “Se substituirmos uma lâmpada incandescente com 60 watts por uma LED com potência equivalente, podemos ter uma economia de R$ 36 no ano, se considerado um uso diário de quatro horas. Além disso, elas são mais duráveis, com média de 25 mil horas de duração frente a mil horas da incandescente”, alertou Evangelista, destacando o uso da luz natural do ambiente como prioridade nos lares.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.