Amazonas Cidades

Corpo de Bombeiros Militar do AM comemora 140 anos de criação

Bombeiros Militar do Am, comemoram aniversário/Foto: Divulgação
Redação
Escrito por Redação
Bombeiros Militar do Am, comemoram aniversário/Foto: Divulgação

Bombeiros Militar do Am, comemoram aniversário/Foto: Divulgação

O Corpo de Bombeiros do Amazonas (CBMAM) celebra hoje (11), os seus 140 anos de criação com uma solenidade militar no quartel do Comando Geral, a partir das 20h00, com o pátio do Comando Geral se transformando, como tradicionalmente acontece, em um palco de festa, com direito a hinos, desfile militar e apresentação da Banda da Polícia Militar do Amazonas.
Na ocasião, haverá, também, a entrega das comendas “Medalha de 30 anos de Serviço” para os bombeiros militares que contam com mais 30 anos de efetivo serviço na corporação; “Medalha Comandante Ventura” para os bombeiros que se destacaram com mérito intelectual; “Medalha Leovegildo Coêlho” para os bombeiros militares e servidores civis que se destacaram no empenho de bem servir à corporação; “Medalha Sálvio Belota” para as personalidades que se destacaram em atos de coragem e bravura em ações de salvamento e a maior honraria concedida pelo CBMAM: a “Medalha Imperador Dom Pedro II”.

Histórico – Criado em 1876, através da Portaria nº 268, assinada pelo então 1º Vice-Presidente da Província, Capitão de Mar e Guerra Nuno Alves Pereira de Mello Cardoso, que iniciou a observância às instruções para o Serviço de Extinção de Incêndios.

O Serviço de Extinção de Incêndios era realizado pela Companhia de Bombeiros, sendo seu primeiro Comandante o Coronel de Engenheiros Joaquim Leovegildo de Souza Coêlho.

Em 1908, o Governador Antônio Clemente Ribeiro Bittencourt, Coronel da Guarda Nacional, em acordo com o Superintendente da Capital transferiu pela primeira vez o Corpo de Bombeiros ao município de Manaus, através do Decreto Municipal nº 18/1908. A partir de então, em várias ocasiões, o Corpo de Bombeiros ficou sob a administração da Prefeitura ou do Estado do Amazonas, quando finalmente, em 1972, através do Decreto 2426, que reestruturou a força militar estadual, o Corpo de Bombeiros retornou para a administração Estadual, ficando subordinado à Polícia Militar do Amazonas.

Após quase 26 anos de subordinação do Corpo de Bombeiros à Polícia Militar do Amazonas, a corporação ganhou sua autonomia administrativa, através da Emenda Constitucional nº 31, de 26 de novembro de 1998, quando passou a ser denominado Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas.

Atualmente a corporação comandada pelo Coronel QOBM Fernando Sérgio Austregésilo Luz está presente na capital com 08 postos e em 07 municípios do interior do Estado (Manacapuru, Parintins, Itacoatiara, Tefé, Tabatinga, Iranduba e Rio Preto da Eva) e conta com 712 bombeiros militares, 81 viaturas e 10 embarcações.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.