Amazonas Cultura

Corre Campo vence o Festival Folclórico do Amazonas, na categoria master

Diretoria comemora o título de campeão/Foto: Divulgação
Diretoria comemora o título de campeão/Foto: Divulgação
Redação
Escrito por Redação

Com o tema “Divina Natureza”, o bumbá Corre Campo conquistou  o título da modalidade “Bumbá Master A”, do 59º Festival Folclórico do Amazonas. Em segundo e terceiro lugares ficaram os bois Garanhão e Brilhante, respectivamente.
As apresentações da modalidade aconteceram no último sábado (11), na arena do Centro Cultural Povos da Amazônia (antiga Bola da Suframa), e a apuração dos votos dos jurados ocorreu na tarde de hoje (14), no auditório do mesmo centro cultural.

“Pela primeira vez os bumbás se apresentaram em uma única noite e, com isso, o público teve a oportunidade de observar o quanto o Festival Folclórico do Amazonas está ficando cada vez mais profissional. O Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado da Cultura, vem se empenhando para resgatar, cada vez mais, a tradição deste festival, que é um dos principais patrimônios culturais imateriais do Amazonas”, afirmou o secretário de Estado da Cultura, Robério Braga.

De acordo com o regulamento, por ter ficado em último colocado o bumbá Brilhante será rebaixado para a modalidade “Bumbá Master B”, enquanto o vencedor desta modalidade, o bumbá “Carinhoso” disputará o festival na modalidade Master A no ano que vem.

“Essa vitória é para quem realmente faz o boi. É para a torcida, para os brincantes e para os artistas que ajudam a colocar esse espetáculo na arena. Nossa apresentação foi impecável e o resultado veio agora. Posso falar tranquilamente que somos merecedores desta vitória”, afirmou o presidente do Corre Campo, Alvacir da Silva.

Mais Campeões

A categoria outro do Festival Folclórico do Amazonas também já tem os campeões nas modalidades “Quadrilha Cômica”, “Boi Bumbá Regional”, “Cacetinho” e “Ciranda”. De acordo com os jurados, os vencedores das respectivas categorias foram: Quadrilha Pedro e Pedrita, o bumbá regional Brilha Noite, o cacetinho “Baniwa” e o Grupo Folclórico Ciranda Visconde.

Toda a apuração é auditada por um advogado da Ordem dos Advogados do Brasil/seccional Amazonas (OAB/AM).

O Festival acontece diariamente na arena do Centro Cultural Povos da Amazônia. As apresentações, que acontecerão até o dia 26 de julho, começam sempre às 20h e são gratuitas.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.