Amazonas Ambiente Amazônico Colunas

Corrupção e Poder, assim caminha o Brasil do atraso(Por George Dantas)

Ambientalista George Dantas(AM)
Redação
Escrito por Redação

Que o governo da Presidente Dilma Rousseff acabou não restam mais dúvidas, o poder que decorre da governabilidade se esvaiu por completo e no afã de manter-se viva no comando da nação o Palácio do Planalto abriu a operação “toma lá, dá cá”, se transformando no verdadeiro balcão de trocas, de cargos e dotações orçamentárias na busca de políticos que possam votar contra o impeachment na câmara federal.

Embora o pedido de impeachment decorra de outros fatos, o que realmente fez acabar esse governo foi a investigação da operação Lava Jato que escancarou os métodos ortodoxos, organizados pelo PT, com a parceria do PMDB, em completa sintonia com as maiores empreiteiras do Brasil, com o fim especifico de desviar dinheiro da maior empresa brasileira, a Petrobras, numa ação estruturada de corrupção que fez o “mensalão” parecer uma ação de colegiais.

O combate contra a corrupção não pode ser uma bandeira apenas da sociedade organizada e sim, de todos os núcleos articulados de uma nação, é notório que o Brasil enfrenta soluços de sistemas de corrupção enraizados na administração pública, mas isso comprovadamente é um mal secular que saiu de um processo endêmico para um processo sistêmico instalado nos órgãos públicos num perfeito conluio entre os poderes executivo e legislativo, em todas as instâncias da federação.

Bem a propósito do tema, ontem (29) foi entregue no Congresso Nacional mais de 2 milhões de assinaturas num projeto do MPF discutido com a sociedade, em todos os estados da federação, que estabelece “10 Medidas contra a corrupção”, dando inicio ao projeto de iniciativa popular que irá se transformar num projeto de lei para ser discutido e votado no Congresso Nacional.

Essa iniciativa popular, organizada pelo MPF demonstra claramente a falta de vontade política da Câmara e do Senado em elaborar leis que combatam e punam severamente a corrupção, embora saibamos do corporativismo que impera nos legislativos. A falta de iniciativa dos políticos tem muito a ver com uma critica feita pelo Juiz Sergio Moro que dias atrás criticou a leniência do Poder Legislativo em criar leis mais duras para combater a corrupção instalada no Brasil.

Educação, Ética e Cidadania devem ser as ferramentas para a mudança de uma sociedade tão corrompida como a brasileira, o senso comum não vê desvios em subornar um agente de transito ou em dar uma propina na repartição pública para ter prioridade num atendimento, ações como essas, se tornam sementes de desvios maiores alcançando todo o tecido social, não importando se ações dessa natureza irão impactar outros cidadãos, que deveriam ter os mesmos direitos e prioridades.(George Dantas – Ambientalista)

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.