Entretenimento

Criador do NSync e dos Backstreet Boys morre na prisão

Pearlman tinha 62 anos e a causa de sua morte ainda é desconhecida.
Redação
Escrito por Redação
Pearlman tinha 62 anos e a causa de sua morte ainda é desconhecida.

Pearlman tinha 62 anos e a causa de sua morte ainda é desconhecida.

Lou Pearlman, conhecido por criar a mania das boy bands e lançar as carreiras dos Backstreet Boys e do NSync, morreu na prisão na sexta-feira (19). Ele cumpria pena de 25 anos por lavagem de dinheiro e por fraudes em um esquema de pirâmide financeira.

Pearlman tinha 62 anos e a causa de sua morte ainda é desconhecida.Com fraudes que chegaram a US$ 300 milhões, a “pirâmide” do empresário, envolvendo suas empresas e aviação, foi revelada em 2006. Quando foi preso, em 2008, Pearlman admitiu ter feito fortuna através da falsificação de contas de cheques, a venda de ações inexistentes e contas de investimentos falsas que supostamente concedia a seus funcionários.

Entre as centenas de acusações contra o empresário está uma feita por quatro membros dos Backstreet Boys. Lance Bass, do NSync, comentou a morte do ex-empresário em seu Twitter no sábado (22): “Pearlman pode não ter sido um homem de negócios distinto, mas eu não teria feito o que amo sem a influência dele”.

Além das acusações e fraudes, Pearlman fica na história do pop por ter possibilitado a criação de grandes hits dos anos 1990. Como “I Want It that Way”, dos Backstreet Boys, que estreou no primeiro lugar da Billboard em 1999 e liderou as paradas nas rádios e em programas de videoclipes por meses.

No ano seguinte, o NSync lançou um de seus maiores sucessos: “Bye Bye Bye”. A música, “tchau, tchau, tchau” em português, disserta sobre o fim de um relacionamento. Porém, na época a imprensa especulou que era um recado a Pearlman, com quem a banda de Justin Timberlake tinha rompido.

(NOTÍCIAS AO MINUTO)

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.