Mundo

Crianças migrantes têm banheiros separados em escola

Os migrantes têm 9 e 11 anos, um é egípcio e o outro é etíope/Foto: Divulgação
Redação
Escrito por Redação

Dois meninos refugiados que foram resgatados no mar e chegaram sozinhos à Itália foram impedidos de usar o mesmo banheiro dos demais alunos da escola particular onde estão matriculados.

Os migrantes têm 9 e 11 anos, um é egípcio e o outro é etíope.

Segundo matéria da IstoÉ, após reclamação de pais, que acreditavam que a convivência poderia trazer riscos à saúde de seus filhos, a escola apresentou atestados médicos que comprovaram o bom estado de saúde dos meninos. Porém, isso não foi o bastante para convencer os pais.

A escola, que fica em Cagliari, Sardenha e é administrada por freiras, à princípio, atendeu à vontade dos pais, reservando um banheiro só para os meninos refugiados, mas acabou voltando atrás na decisão.

Estes meninos viram com os próprios olhos os horrores da guerra. Devemos deixar que vivam em paz, devem sentir que são bem-vindos em nosso país.”

Uma das advogadas responsáveis pela tutela das crianças disse em entrevista que os meninos ficam isolados no recreio e não é só porque eles não falam italiano.

A atitude das outras crianças é, evidentemente, o reflexo do que escutam de seus pais.”

Os migrantes têm 9 e 11 anos, um é egípcio e o outro é etíope/Foto: Divulgação

Os migrantes têm 9 e 11 anos, um é egípcio e o outro é etíope/Foto: Divulgação

(NOTÍCIAS AO MINUTO)

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.