Amazonas Destaques Política

´Defenderemos leis que promovam o desenvolvimento sustentável´, afirma Josué Neto

Deputado Josué Neto(PSD), na abertura do Fórum/Foto: Divulgação
Redação
Escrito por Redação

O deputado estadual Josué Neto (PSD), presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas, manifestou apoio aos projetos que promovam progresso à capital e ao interior, por intermédio de desenvolvimento econômico sustentável, durante a abertura do Fórum “Matriz Econômica Ambiental do Amazonas: construindo um novo modelo de desenvolvimento sustentável”, evento iniciado hoje, terça-feira (01), em um hotel no município de Rio Preto da Eva, com a palestra de abertura proferida pelo governador José Melo.
Josué Neto destacou que, dos debates realizados entre as ONGs, ambientalistas e representantes do Governo, sairão propostas que devem ser encaminhadas ao Parlamento Estadual, onde ele assegurou apoio para a provação de leis que promovam o desenvolvimento sustentável e que devem resultar em benefícios ao povo. Ele reforçou que o Amazonas, que tem 97% da sua floresta preservada, tem hoje a missão de promover desenvolvimento econômico paralelo ao modelo Zona Franca de Manaus, com a responsabilidade de respeitar e preservar os recursos naturais.

O deputado fez uma análise geral da importância do evento. “Esse fórum é de grande importância para o nosso Estado, pois sempre precisamos debater sobre o desenvolvimento econômico. Não se pode pensar em desenvolvimento, se o povo do interior está sem energia, portanto esse evento se fez necessário para que os profissionais internacionais nos ajudem com sugestões de desenvolvimento econômico, tecnológico e ambiental”, afirmou.

O parlamentar parabenizou o governador José Melo pela iniciativa pioneira de promover debates sobre uma nova matriz econômica que envolva investimentos em áreas degradadas, como a criação de peixe em cativeiro e fruticultura, a busca de mecanismos para promover ciência e tecnologia, o asfaltamento da BR 319 e as garantias de preservação do ecossistema, além de investimentos em piscicultura, mineração, polo de cosméticos e fármacos, e a exploração de outros recursos encontrados na floresta. O Fórum termina nesta quarta-feira (02).

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.