Brasil Política

Delação de Cerveró atinge 11 políticos com propinas de mais de R$ 500 mi

Nestor Cerveró, políticos envolvidos em delação/Foto: AS
Redação
Escrito por Redação

O ex-diretor da área internacional da Petrobras, Nestor Cerveró, apontou pagamentos de mais de R$ 500 milhões em propinas, envolvendo negócios da petroleira estatal e a BR Distribuidora, segundo informação do jornal O Globo.
Cerveró, também, citou 11 políticos beneficiados com as irregularidades, entre eles, o ex-senador Delcídio Amaral, os senadores Renan Calheiros, Jader Barbalho, Fernando Collor, além dos deputados e ex-deputados Eduardo Cunha, Cândido Vaccarezza, Jilmar Tatto, entre outros. Aparecem também outros nomes conhecidos como Fernando Baiano, Renato Duque e o ex-diretor de abastecimento da Petrobras, Paulo Roberto Costa.

Integrantes do governo Fernando Henrique Cardoso também teriam sido beneficiados, com um negócio envolvendo US$ 100 milhões, referente à compra pela Petrobras em 2002 da empresa argentina Pérez Companc.

Cerveró também afirmou que a compra de campos de petróleo na Angola gerou entre R$ 40 milhões e R$ 50 milhões para a campanha do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva à presidência da República em 2006, em negociações que foram comandadas pelo ex-ministro da Fazenda, Antonio Palocci.(Terra/Financista)

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.