Amazonas Política

Demora do INSS deve deixar mais de 10 mil pescadores sem benefício no AM

Pescadores são prejudicados pelo INSS/Foto: Divulgação
Pescadores são prejudicados pelo INSS/Foto: Divulgação
Redação
Escrito por Redação

A desorganização generalizada no INSS do Amazonas, levou centenas de pescadores à beira de um ataque de nervos, hoje, terça-feira (15), último dia para protocolar o registro que dá direito ao benefício do Seguro-Defeso, na agência do INSS no Centro de Manaus.
Na contabilidade de alguns presidente de colônias de pescadores, ao menos 10 mil, dos quase 40 mil filiados à Federação dos pescadores e à Confederação dos Pescadores ficarão sem receber o benefício que está com mais de três meses atrasado.

O Impasse, segundo o pescador Marcos Bindá, presidente da Colônia de pescadores de Manacapuru, a Z-9, é por conta da demora no cadastro dos pescadores pela INSS. Segundo ele foi informado na superintendência em Manaus, localizada no início da avenida 7 de Setembro, no Centro histórico, apenas 50 funcionários fazem o cadastramento, segundo ele, insuficiente para a demanda.

“Segundo formos informados pelo INSS, somente 3,5 mil cadastro são realizados por dia. Penso que o prazo deveria ser estendido pelo menos por mais três dias, para que todo os pescadores pudessem fazer o seu cadastro e receber o benefício”, explicou Bindá, lembrando que o recadastramento teve início na última sexta-feira, dia 11, quando a liminar que suspendia o pagamento aos pescadores em todo o Brasil, foi derrubada no Superior Tribunal Federal (STF).

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.