Polícia

DENARC prende trio com 11 kg de skunk avaliados em R$ 77 mil em Manaus

Allison, Ederson e Roberto apresentados pelo Denarc/Foto: Erlon Rodrigues
Redação
Escrito por Redação

Através do Departamento de Investigação sobre Narcóticos (Denarc), a Polícia Civil do Amazonas, apresentou ontem (05), em coletiva de imprensa dop delegado Paulo Mavignier, titular da Especializada, Allison Luiz Souza Izidoro, de 31, conhecido como “Par”; Ederson Gonçalves de Arruda, de 38, e Roberto Mendes, de 46 anos, presos, em flagrante, por envolvimento com o tráfico de drogas na zona Oeste da capital, com os quais apreendidos 11 quilos de maconha do tipo skunk, mercadoria ilícita avaliada em R$ 77 mil, segundo a autoridade policial.
De acordo com Paulo Mavignier, o trio foi preso na tarde de ontem (05), em um posto de combustíveis localizado na avenida Coronel Cyrillo Neves, bairro Compensa, zona Oeste de Manaus. Eles foram interceptados durante ação conjunta envolvendo policiais civis do Denarc, servidores do 19º Distrito Integrado de Polícia (DIP), Secretaria-Executiva-Adjunta de Inteligência (Seai) da Secretaria de Segurança Pública do Estado do Amazonas (SSP-AM) e policiais militares do Batalhão da Força Tática.

Allison, Ederson e Roberto apresentados pelo Denarc/Foto: Erlon Rodrigues

Allison, Ederson e Roberto apresentados pelo Denarc/Foto: Erlon Rodrigues

“Estamos há cerca de 30 dias investigando o caso e recebemos a informação de que hoje haveria essa entrega de drogas no posto localizado perto da Ponte Rio Negro. Nossas equipes se posicionaram no local, isolando todo o perímetro. No momento da entrega  abordamos os três e os prendemos em flagrante por tráfico de drogas”, explicou o diretor do Denarc.

Segundo informações do delegado, no momento da abordagem, Allison estava conduzindo um carro modelo CR-V LX, da montadora Honda, de cor preta e placas OAO-8090. O veículo estava estacionado no posto, enquanto Alisson aguardava a chegada de Roberto, que estava em um automóvel modelo C4 da montadora Citroën, de cor prata e placas JXL-4861, seguido de Ederson, em uma motocicleta modelo CB300 da Honda, de cor vermelha e placa OAH-8175. Ederson estacionou a moto que conduzia e caminhou até o porta-malas do carro de Roberto, onde retirou uma sacola e levou até o veículo de Allison. Na ocasião, as equipes realizaram a abordagem.

“No veículo de “Par” apreendemos R$ 5 mil em espécie que seriam utilizados para efetuar o pagamento da encomenda da droga, que teria vindo do município de Japurá, distante 744 quilômetros em linha reta da capital. Com Ederson foi apreendida uma sacola com quatro quilos de skunk e o trio acabou confessando o local onde estariam escondidas mais drogas. Nos deslocamos até o endereço indicado e encontramos uma mala, onde estavam armazenados mais sete quilos do entorpecente”, disse Mavignier.

De acordo com o tenente do Batalhão da Força Tática da Polícia Militar, Leandro Prata, além dos 11 quilos de maconha do tipo skunk, avaliados em R$ 77 mil, as equipes também apreenderam os dois carros, a motocicleta e os R$ 5 mil em espécie. “Os infratores não portavam qualquer tipo de armamento nem apresentaram resistência na hora da abordagem, pois as equipes fecharam o cerco perfeitamente, em uma ação conjunta que logrou êxito na prisão do trio”, ressaltou.

Allison, Ederson e Roberto foram autuados em flagrante por tráfico de drogas e associação para o tráfico. Ao término dos trâmites legais na base do Denarc eles serão encaminhados à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, onde irão permanecer à disposição da Justiça.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.