Amazonas Esportes

Depois de muita expectativa Tite assume a Seleção Brasileira

Sorrindo, Tite assume a Seleção Brasileira/Foto: Lance
Redação
Escrito por Redação

Depois de muita espera, finalmente, o sim. Tite é o novo técnico da Seleção Brasileira. Após uma reunião de três horas na noite de ontem (14), na Confederação Brasileira de Futebol, no Rio de Janeiro, e muita expectativa hoje, quarta-feira (15), a ida do técnico para a equipe verde e amarela foi confirmada. O treinador de 55 anos substitui Dunga, que foi demitido juntamente com o ex-coordenador Gilmar Rinaldi após a eliminação na Copa América.
O novo comandante da Seleção Brasileira só aceitou tratar, pessoalmente, com a cúpula da CBF (o auxiliar Cleber Xavier também esteve presente), depois da confirmação da queda do seu antecessor. Ele também definiu que comandará o Timão diante do Fluminense, nesta quinta-feira, quando fará a sua despedida. Ele deve estar na Arena, domingo, quando o Timão encara o Botafogo, para ser homenageado.

Desta forma, Tite finalmente chega, dois anos depois, ao posto que esperava alcançar já em 2014, depois do 7 a 1, mas não recebeu o convite. Vale lembrar ainda que ele havia sido sondado em duas oportunidades, em 2015 e neste ano, e recusou qualquer tipo de iniciação de negociação.

Como novo técnico da Seleção, Tite não será o comandante da equipe olímpica, que ficará a cargo de Rogério Micale, confirmado no posto hoje, quarta-feira pela própria CBF. Contudo, o novo comandante poderá dar sugestões sobre a preparação e até mesmo os nomes para a relação final de 18 jogadores (a pré-lista com 35 atletas já está fechada).

O primeiro compromisso oficial de Tite como técnico efetivo da Seleção Brasileira será em setembro, no dia 2 de setembro, diante do Equador, fora de casa, pelas Eliminatórias. Quatro dias depois fará a estreia diante da torcida no encontro com a Colômbia, em Manaus, também pela competição. A primeira convocação do novo comandante será marcada para agosto.

O treinador encerrará, desta forma, a sua terceira passagem pelo Corinthians. Segundo treinador com mais jogos na história do clube, atrás apenas de Oswaldo Brandão, ele comandou o Timão em 378 jogos e conquistou seis títulos: Paulistão (2013), Brasileirão (2011 e 2015), Recopa Sul-Americana (2013), Libertadores (2012) e Mundial de Clubes (2012).(Terra/Lance)

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.