Amazonas Destaques Esportes

Depois de um início difícil, Brasil derrota Austrália por 3 a 1, no ABC

Mais uma vez bloqueio foi a arma brasileira/Foto: FIVB
Redação
Escrito por Redação

A Seleção Brasileira masculina de vôlei fez dela o que se esperava e derrotou a Austrália, na tarde de hoje, sexta-feira, pela terceira rodada do Grupo A da Liga Mundial, em um lotado Ginásio Adib Moysés Dib, em São Bernardo do Campo (SP). O Brasil teve dificuldades no começo, mas ajustou a parte tática e venceu por 3 sets a 1, com parciais de 25/20, 21/25, 25/19 e 25/18.
O time verde e amarelo segue invicto nesta primeira fase da Liga Mundial, com três vitórias em três jogos. Na semana passada, o Brasil derrotou a Sérvia duas vezes em Belo Horizonte.

Com o resultado, a Seleção chegou aos oito pontos, dois a mais que a vice-líder Itália, que entra em quadra ainda nesta tarde diante da Sérvia, em casa, podendo reassumir a primeira colocação. Os atuais vice-campeões do mundo já estão classificados, já que o Rio de Janeiro é a sede da fase final do torneio.

Maior campeão da competição, com nove títulos, o Brasil volta a enfrentar os australianos neste domingo, às 10h (de Brasília), novamente no ABC Paulista. Será a quarta partida que a Seleção será comandada por Roberley Leonaldo, o Rubinho. Bernardinho ainda cumpre suspensão de dez jogos, imposta pela Federação Internacional (FIVB) e relativa ao Mundial da Polônia. O técnico titular voltará ao banco nos duelos contra a Itália, em Cuiabá, no começo de julho.

O Brasil começou com dificuldades e cometeu alguns erros que dificultaram para abrir vantagem no início do primeiro set. O time da casa foi para a segunda parada técnica vencendo por apenas dois pontos: 16 a 14. Os comandados de Rubinho, porém, melhoraram a parte ofensiva e acertaram a mão no saque, aumentando a diferença na parte final da parcial. Com uma pancada de Lipe, a Seleção fechou em 25/20.

Liderados por Thomas Edgar, os australianos começaram o segundo set mais agressivos e abriram 8/4 em poucos minutos. A marcação dos visitantes encaixou e o bloqueio tornou-se uma arma para deixar o Brasil em difícil situação, com 11/16 atrás.

As instruções de Rubinho funcionaram, e a Seleção Brasileira ajustou a defesa, vencendo quatro pontos consecutivos (15/16). Já na parte final do set, as equipes protagonizaram um grande rali, no qual após uma série de ataques e defesas o time da casa venceu o ponto e empatou em 21/21.

O técnico australiano, então, pediu tempo técnico. A parada ajudou os visitantes, que marcaram quatro pontos seguidos, aproveitando erros de recepção do Brasil, e empataram a partida com um 21/25.

O terceiro set continuou com o mesmo desenho. Acionado em praticamente todas as jogadas do time australiano, Thomas Edgar passou a ser mais bem marcado pela defesa brasileira. O bloqueio, juntamente com as investidas de Lipe e Murilo, funcionou e o Brasil levou a parcial por 25/19.

Nervosos em quadra, os australianos erraram ainda mais no quarto set, facilitando a vida da defesa brasileira, que foi bem principalmente com a participação eficiente dos bloqueios. Por fim, os mandantes administraram bem a vantagem, construída logo no início do set, e fecharam com 25/18.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.