Cidades

Desabamento de terras assusta moradores e interdita a Estrada da Várzea

Redação
Escrito por Redação

Um novo desabamento de terras ontem assustou os moradores da Estrada da Várzea, na região da Costa do Iranduba, margem esquerda do rio Solimões.

O trecho afetado, de aproximadamente 300 metros de extensão, fica localizado a 6 quilômetros do porto da cidade, entre a Escola Municipal Divino Espírito Santo e a comunidade São Francisco.

O deslizamento interrompeu o tráfego de veículos no ramal, que tem cerca de 18 quilômetros e vai até a comunidade 7 de Setembro.

A Estrada da Várzea é a única via terrestre por onde é feito o escoamento da produção da agricultura familiar no beiradão de Iranduba; e é, também, o caminho para o deslocamento das centenas de famílias que residem na região.

A prefeita Madalena de Jesus esteve no local e anunciou que nas primeiras horas do dia de hoje serão encaminhadas máquinas até o trecho para construírem um desvio de aproximadamente 350 metros para permitir a passagem de veículos.

Uma equipe da Eletrobrás Distribuição Amazonas também irá trabalhar fazendo a remoção de pelo menos quatro postes que estão dentro da área afetada.

Os desmoronamentos têm sido frequentes na Costa do Iranduba. A última vez foi recentemente num local bem próximo ao que foi abaixo na manhã ontem.

Segundo o coordenador de defesa civil do município, Kenedy Maia, outros três pontos da Estada da Várzea estão sob ameaça de desabamento.

 

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.