Cidades

Detento morre após ser agredido na Unidade Prisional do Puraquequara

O detento morreu na UPP, após ser espancado e atingido com golpes de estoque/Foto: Josemar Antunes
Redação
Escrito por Redação
O detento morreu na UPP, após ser espancado e atingido com golpes de estoque/Foto: Josemar Antunes

O detento morreu na UPP, após ser espancado e atingido com golpes de estoque/Foto: Josemar Antunes

O detento Roberto Campos Palmeiras, de 37 anos, morreu na manhã de quinta-feira (25), durante um princípio de motim na Unidade Prisional do Puraquequara (UPP), na Zona Leste de Manaus, após ser espancado e atingido com golpes de estoque. Ele foi socorrido e levado para um hospital da capital, onde morreu.

Por meio de assessoria, o titular da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), Pedro Florêncio, informou que Roberto e cinco internos do Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM) foram transferidos por volta das 18h30 na noite de quarta-feira (24), para a UPP.

Durante a triagem, onde havia 11 presidiários da UPP, houve uma reclamação por conta da chegada do detento Ariel de Souza Evangelista, conhecido como ‘Sassá’. Na manhã desta quinta-feira, os apenados tentaram agredir Ariel, que por sua vez, conseguiu fugir do desentendimento.

“Por conta da transferência dos detentos do CDPM para a UPP, os internos não gostaram e partiram para agredir Roberto”, explicou em nota o secretário Pedro Florêncio.

Roberto foi levado por uma ambulância para o Pronto-Socorro (PS) Dr. João Lucio, no bairro São José, Zona Leste, mas não resistiu aos ferimentos na cabeça e braços.

Já os internos envolvidos na briga foram encaminhados para o 28° Distrito Integrado de Polícia (DIP), no bairro Colônia Antônio Aleixo, também na Zona Leste, para prestar esclarecimentos e posteriormente identificar os autores no inquérito policial por homicídio.

Em consulta ao site do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), consta que Roberto respondia processos por tráfico de drogas, roubo e receptação.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.