Brasil Destaques Política

Dilma reúne-se com senadores em busca de apoio para agenda pós-ajuste

Dilma reúne com senadores e líderes aliados/Foto: Divulgação
Redação
Escrito por Redação

A presidenta Dilma Rousseff reúne-se na noite de hoje, segunda-feira (10), com os senadores da base aliada, na semana em que a Casa deve votar o projeto de lei que reduz as desonerações de empresas. Última matéria do ajuste fiscal, a proposta é o primeiro item de pauta do plenário do Senado.
Além do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), e de líderes dos partidos aliados, o convite foi estendido a outros senadores. O jantar está marcado para as 20h, mas os parlamentares  começaram a chegar ao Palácio da Alvorada, residência oficial da presidenta, por volta das 19h. O vice-presidente e articulador político do governo Michel Temer, e os ministros da Aviação Civil, Eliseu Padilha, e da Casa Civil, Aloizio Mercadante, também estão presentes.

Após se encontrar hoje com Renan, o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, que também estará presente no Alvorada, disse que os senadores e a equipe econômica buscam uma agenda de longo prazo que trate da etapa pós-ajuste fiscal. Segundo Levy, é preciso analisar quais são as medidas estruturantes necessárias para que o país promova um novo ciclo de geração de empregos e investimentos.

O projeto que está em pauta no Senado reduz a desoneração das empresas que receberam benefícios fiscais sobre a folha de pagamento no ano passado. A mudança significa reduzir a renúncia fiscal concedida pelo governo a alguns setores produtivos.

Na semana passada, durante a volta do recesso parlamentar, o Congresso retomou seus trabalhos com dificuldades entre o governo e parte da base aliada na votação de projetos que aumentam os gastos públicos, as chamadas pautas-bomba. Apesar dos apelos do governo, a Câmara dos Deputados aprovou a  proposta de emenda à Constituição (PEC) 443/09 que vincula o salário da Advocacia-Geral da União (AGU), dos procuradores estaduais e municipais e dos delegados das Polícias Civil e Federal à remuneração dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF).

Segundo o ministro da Secretaria de Comunicação Social, Edinho Silva, nesta semana, a presidenta se reúne com os presidentes dos partidos da base aliada com o objetivo de consolidar a base de apoio.

A votação veio mesmo após a presidenta se reunir na última segunda-feira (3), no retorno do recesso, com os aliados do governo na Câmara dos Deputados. De acordo com o senador Romero Jucá (PMDB-RR), o governo está tentando reconstruir as pontes com o Congresso Nacional. Jucá disse que vai participar do encontro na intenção de saber quais serão essas pontes.(Agência Brasil)

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.