Brasil

Diretora mostra sexo entre homens após criança xingar colega de “bicha”

Redação
Escrito por Redação

Uma criança de 11 anos se desentendeu com um colega de classe e acabou o chamando de “bicha reclamona”. Ao saber do ocorrido, a diretora do colégio, que fica na Zona Norte da cidade do Rio de Janeiro, decidiu mostrar para as crianças imagens da web com sexo entre dois homens, a fim de explicar o que era homossexualidade.

De acordo com o jornal O Dia, os pais dos alunos reprovaram a atitude do colégio. “Nós fomos falar com a diretora para ver se tinha sido isso mesmo. Ela falou que fez isso sim e que ele só aprendia desse jeito. Em nenhum momento ela pediu desculpas”, comentou Romilto de Souza Júnior, 41, pai do aluno do 6º ano.

A diretora, por sua vez, se defendeu e justificou o seu ato. “O pouco que eu mostrei pra ele foi buscando que ele entendesse o que estava falando, porque talvez ele não estivesse entendendo. E as crianças ficaram ofendidas com ele”. “Mostrei sim. Abri e mostrei. Conversei com ele sobre isso. Não é possível que ele tivesse ofendendo os colegas dessa maneira”, disse Wanda Trindade Pereira, também ao O Dia.

O pai da criança que xingou o colega registrou um boletim de ocorrência na Delegacia da Criança e Adolescente Vítima (DCAV). O caso chegou à Justiça e a diretora não foi na primeira audiência.
O menino, que saiu do colégio JR Lages, está sob acompanhamento do Conselho Tutelar e também por uma psicologa do estado. “Ele está tendo consultas em relação a tudo isso que aconteceu com ele. A própria psicóloga está estrando em detalhes e explicando exatamente o que é homossexualidade e tudo o mais”, disse o pai.

O caso aconteceu em março deste ano. O dono do colégio José Roberto Lages, negou o ocorrido. Apenas mostramos o que já existe nos livros. Esse garoto tem o costume de dar chutes nos testículos dos colegas. Ele já tem um histórico problemático. Eu posso te garantir que não houve nada disso, o Conselho Tutelar vai chamá-los com a documentação que nós apresentamos, é um menino problemático. De 56 dias letivos, ele teve 74 ocorrências. Só de advertências ele teve 14″, defendeu-se.

(NOTÍCIAS AO MINUTO)

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

1 comentário

error: Ops! não foi dessa vez.