Curiosidades

Dirigir quando está com raiva é mais perigoso que conduzir falando ao celular

motorista
Redação
Escrito por Redação

Uma nova pesquisa da “Virginia Tech”, universidade dos EUA, revelou que dirigir emocionalmente alterado oferece mais riscos de morte do que dirigir ao celular.

O maior estudo do gênero descobriu que motoristas claramente irritados, tristes ou agitados, têm cerca de cinco vezes mais chances de sofrerem uma colisão que as pessoas que dirigem conversando ao celular.

No geral, os oprimidos por suas emoções eram 9,8 vezes mais propensos a sofrerem um acidente que os motoristas-padrão.

Espera-se que a descoberta ajude os governos, fabricantes de automóveis e os próprios condutores a pensarem formas de tornar as estradas mais seguras.

No estudo, os pesquisadores equiparam os carros de mais de 3.500 pessoas com idade entre 16 e 98 anos, com uma variedade de câmeras escondidas, microfones e sensores.

Fonte: DailyMail

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.