Entretenimento

Dublador de “Harry Potter” morre baleado aos 27 anos no Rio de Janeiro

dublador
Redação
Escrito por Redação

Caio César, dublador de Daniel Radcliffe, protagonista da franquia “Harry Potter”, morreu na tarde desta quarta-feira (30), no Rio de Janeiro. Caio também era policial militar e foi baleado durante uma operação no Complexo do Alemão.O dublador morreu depois de ser ferido com três tiros, sendo um no pescoço.

 
Caio César atuava na UPP (Unidade de Polícia Pacificadora) Fazendinha, uma das quatro do Complexo do Alemão. Ele fazia patrulhamento de rotina no Campo do Sargento quando bandidos atiraram contra a equipe (formada por ele e outros quatro policiais). Houve troca de tiros, mas somente Caio foi atingido pelos disparos. Ele foi socorrido e levado para o hospital Estadual Getúlio Vargas, onde ficou internado na UTI, mas não resistiu.

Colegas de trabalho no meio artístico receberam a notícia da morte com perplexidade. “Ele era atirador de elite da polícia. Estamos em choque”, disse ao UOL o dublador e amigo de Caio Ricardo Schnetzer, conhecido como a voz de atores como Al Pacino e Nicolas Cage.

A dubladora Marisa Leal publicou uma mensagem de luto em seu perfil no Facebook: “Vá com Deus, Caio. Fique em paz. Vamos sentir saudade. Nosso eterno Harry Potter”.

Caio César emprestou sua voz a Daniel Radcliffe em todos os filmes da saga “Harry Potter”. Além do bruxo, ele fez desenhos como “X-Men Evolution”, “Du, Dudu e Edu” e “Avatar: A Lenda de Aang”. Também dublou Christopher Uckermann na novela mexicana “Rebelde”.

(UOL)

 

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.