Brasil Esportes

Éder Jofre comemora 80 anos de vida, ao lado de lendas do boxe

Éder Jofre exibe cinturão de campeão mundial/Foto: FolhaPress
Redação
Escrito por Redação

O dia 26 de março é uma data especial no mundo do boxe e principalmente no Brasil, pois um dos maiores pugilistas da história faz aniversário: o bicampeão mundial Éder Jofre, que completou ontem, sábado (26), 80 anos de idade. Para celebrar o momento, uma festa surpresa foi organizada na cidade de Santos, conhecida como “a capital do boxe”.
O evento contou com a presença dos principais pugilistas brasileiros, que se juntaram para dar os parabéns a um de seus principais ídolos. Entre os presentes estavam Miguel de Oliveira, campeão mundial médio-ligeiro pelo Conselho Mundial de Boxe (CMB), Valdemir dos Santos Pereira “Sertão”, campeão mundial pena pela Federação Mundial de Boxe (FMB), Servílio de Oliveira, bronze nas Olimpíadas do México 1968, peso mosca, e o primeiro e único brasileiro a conquistar uma medalha olímpica no boxe até 2012, e Yamaguchi Falcão, bronze nas Olimpíadas de Londres 2012 e detentor do cinturão latino do Conselho Mundial de Boxe (CMB), peso médio.

Recebido de surpresa por todos os presentes ao som do tema do filme Rocky, o Lutador, o “Galinho de Ouro” alçou os punhos ao alto demonstrando felicidade. Posteriormente, em entrevista, Éder Jofre agradeceu aos organizadores e aos presentes pelo evento.

“Realmente uma surpresa enorme. Estou emocionado por isso. Não esperava que fossem fazer uma surpresa dessas. E eu me sinto feliz de ser reconhecido por todos os que vieram aqui. Muito obrigado. A todos eles meu abraço e meu reconhecimento”, disse o aniversariante, em evento organizado pelo empresário José Altstut.

Um dos pioneiros no boxe brasileiro, o “Galinho de Ouro”, que foi campeão mundial nas categorias peso galo e peso pena, inspirou gerações no esporte e gera comentários de admiração pela sua contribuição, como demonstrou o medalhista olímpico Servílio de Oliveira, citando Éder Jofre como sua principal inspiração.

“Estar aqui é um momento especial, porque o Éder Jofre é uma pessoa especial. Ele influenciou muitos jovens, assim como eu fui influenciado por ele. Eu o acompanho desde quando ele foi campeão do mundo, no dia 18 de novembro de 1960. E eu tive a grata oportunidade de conhecê-lo pessoalmente em 1962, no Ginásio do Ibirapuera. Cheguei a treinar com ele e sempre ficava prestando atenção nas movimentações dele, como ele fazia, como aplicava o golpe. Então sempre me espelhei nele”, afirmou o pugilista.

Outro grande ídolo do boxe, o tetracampeão mundial Acelino Freitas, o Popó, não pôde comparecer. O pugilista, no entanto, gravou um vídeo parabenizando Éder Jofre pelo aniversário. Enquanto deputado federal pela Bahia, Popó foi o responsável por idealizar a lei que criou o “Dia Nacional do Boxe”, também no dia 26 de março, em homenagem ao aniversário do “Galinho de Ouro”.

Se a saúde não permite ao pugilista uma carreira eterna, o legado do lutador permanece para sempre, e isto é algo que o homenageado já tem em sua história, como confirma Servílio de Oliveira.

“O Éder Jofre é o melhor lutador da história do Brasil, sem discussão. Não há parâmetro. Aquele que discordar estará totalmente equivocado. É o melhor lutador que o Brasil já teve e um dos melhores do mundo”, finalizou.(Terra/A Gazeta)

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.