Cidades Destaques

Em Manaus, babá é presa suspeita de estuprar menina de 7 anos, e ainda infectá-la com vírus HIV

Redação
Escrito por Redação

A babá Lidiane Barbosa da Silva, 21, foi presa na noite desta quarta-feira (2), suspeita de estuprar, em diversas ocasiões, uma menina de apenas 7 anos de idade, da qual ela cuidava. A prisão se deu no momento em ela que saia de um culto numa igreja evangélica localizada na rua Cupiara, bairro Hiléia, Zona Centro-Oeste de Manaus.

Em depoimento, a criança contou em detalhes todos os abusos sofridos e disse que a babá a forçava a praticar atos libidinosos. A polícia informou que a menina foi contaminada com o vírus HIV depois dos abusos.

Ainda segundo a polícia, Lidiane começou a trabalhar na residência da família da criança em dezembro de 2014 e, desde então, tentava ganhar a confiança da menina para conseguir praticar os estupros.

Conforme depoimento da vítima, os abusos começaram em julho do ano passado, quando Lidiane começou a levar a criança para o quarto, trancar a porta e praticar relações sexuais com ela.

Ainda segundo relatos da menina, Lidiane pedia para que ela não comentasse sobre o aliciamento com ninguém da sua família e tentava convencer a criança que aquilo era certo. Um irmão da criança, de 11 anos, chegou a flagrar a babá beijando na boca da vítima e contou para a mãe da menina.

De acordo com a titular da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), Juliana Tuma, algum tempo depois a acusada foi demitida pela família da criança por conta de alguns furtos cometidos na residência, e logo em seguida, a menina contou à mãe que foi estuprada pela babá.

“Dia 29 de janeiro, a mãe da vítima foi até a delegacia relatar o crime e começamos a investigar. A criança prestou depoimento e os relatos dos abusos são chocantes. A vítima fez o exame de conjunção carnal que deu positivo para os estupros. Na casa da acusada encontramos brinquedos que pertenciam a menina, uma calcinha da vítima e até uma foto da menina que a babá furtou”, informou.

Lidiane confessou que estuprou a criança, mas disse que o crime ocorreu somente uma vez e informou que ela tocava as partes íntimas da menina e a menina tocava nas partes intimas dela. No entanto, a babá negou que tenha furtado os brinquedos e até calcinha da menina, que foram encontrados pela polícia na residência da acusada. “Esses brinquedos não são da criança. Eu não era babá dela não”, disse a jovem à imprensa.

A delegada disse ainda que a polícia não descarta a hipótese que a babá tenha estuprado outras vítimas, uma vez que ela já trabalhava cuidando de crianças há muito tempo e quando saiu da casa da menina, já estava trabalhando em outra residência cuidando de outras crianças.

A babá foi autuada em cumprimento a mandado de prisão preventiva pelo crime de estupro de vulnerável. Após prestar depoimento, ela foi levada a cadeia pública, no Centro.

Fonte: EMTEMPO

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.