Brasil Política

Em pronunciamento após cassação, Dilma diz que foi vítima de ´golpe parlamentar´

Dilma fala ao lado de aliados no Alvorada/Foto: Reprodução
Dilma fala ao lado de aliados no Alvorada/Foto: Reprodução
Redação
Escrito por Redação
Dilma fala ao lado de aliados no Alvorada/Foto: Reprodução

                           Dilma fala ao lado de aliados no Alvorada/Foto: Reprodução

A ex-presidente Dilma Rousseff (PT) afirmou, há pouco, em um duro pronunciamento feito no Palácio do Alvorada, em Brasília, que o impeachment é um “golpe parlamentar” e prometeu fazer forte oposição ao governo Michel Temer (PMDB). “Eles pensam que nos venceram, mas estão enganados. Haverá contra eles a mais firme, incansável e enérgica oposição que um governo golpista pode sofrer. Essa história não acaba assim. Nós voltaremos”, afirmou Dilma.
Acompanhada de ex-ministros, senadores e deputados que a apoiaram, Dilma começou o discurso cumprimentando o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. “Hoje, o Senado Federal tomou uma decisão que entra para a história das grandes injustiças. Os senadores que votaram pelo impeachment escolheram rasgar a Constituição Federal. Decidiram pela interrupção do mandato de uma Presidenta que não cometeu crime de responsabilidade”, disse a ex-presidente.

O Senado aprovou hoje o impeachment de Dilma. Foram 61 votos a favor do impeachment, sete a mais do que os 54 necessários, e 20 contrários. Todos os senadores estiveram presentes; nenhum se absteve.

Com o resultado, Dilma é afastada definitivamente da Presidência um ano e oito meses depois de assumir seu segundo mandato. Eleito vice na chapa da petista em 2014, o presidente Michel Temer (PMDB) deixa de ser interino e assume definitivamente o cargo até o fim de 2018.

Apesar de aprovar o impeachment, o Senado manteve os direitos políticos de Dilma. Foram 42 votos a favor da inabilitação da petista, 36 contrários e três abstenções. Para que ela perdesse os direitos, também eram necessários 54 votos.(UOL)

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.