Educação

Em Recife Mães de filhos com microcefalia farão faculdade

maes-faculdade
Redação
Escrito por Redação

Através da parceria entre o Grupo Ser Educacional e a ONG Amar (Aliança das Mães e Famílias Raras), as mães que têm filhos com microcefalia e outras doenças que exijam dedicação exclusiva terão direito à bolsas em cursos de graduação e especialização via EAD (educação a distância). De acordo com informações da Folha de S. Paulo, o nome do Projeto é Mães Produtivas e abrange oito Estados.

O primeiro lugar a iniciar o projeto é Pernambuco, com 15 bolsas. O motivo é a alta incidência de microcefalia (1.829 casos foram notificados entre agosto de 2015 e 26 de março), 50% das vagas foram destinadas a mães indicadas pela Amar, cujos filhos têm a má-formação.

As mulheres vão poder estudar em casa com videoaulas, fóruns de discussões e avaliações virtuais -com acesso até pelo celular. “Quero me formar e dar melhores condições ao meu filho. Também espero me especializar no cuidado de bebês com deficiência que precisam de uma alimentação específica”, disse Isadora, mãe de Mauro, que tem microcefalia.

1 Serão ofertados 7 cursos, como administração, engenharia civil e pedagogia, que duram entre dois e cinco anos. A recomendação é que as alunas dediquem de 8 a 12 horas semanais aos estudos.

(NOTÍCIAS AO MINUTO)

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.