Amazonas Política

Em sessão especial no CMA, Josué Neto destaca a importância do Exército na Região

Josué Neto ao lado do Gal. Theophilo Oliveira, Belarmino e Adjuto/Foto: Divulgação
Redação
Escrito por Redação

A condição estratégica da Amazônia e de suas riquezas naturais para o Brasil e para o mundo, foi o tema do discurso do presidente deputado estadual Josué Neto (PSD), na abertura da Sessão Especial realizada pela Assembleia Legislativa do Amazonas, hoje, sexta-feira (23), na sede do Comando Militar da Amazônia (CMA), fato que, para o comandante militar da Amazônia, general de Exército Guilherme Theophilo Gaspar de Oliveira, não é inédito só na região, mas em todo o país, sendo a primeira vez que o Poder Legislativo faz uma sessão dentro de uma unidade militar.
Fazendo um resumo da abrangência da Amazônia no continente sul-americano e no território brasileiro, o presidente Josué Neto destacou a importância da existência e das ações do CMA na região, como guardião dos mais de 11 mil quilômetros de fronteira com sete países. Diante da situação de escassez de minérios, alimentos e água, que vive o mundo atual, Josué disse que as reservas naturais, especialmente o ‘oceânico’ potencial aquífero da região, fazem crescer a cobiça internacional sobre a Amazônia, cujos 11 mil quilômetros de fronteiras com sete países, são protegidos pelos contingentes do CMA.

Para o presidente, a Sessão Legislativa, além de estreitar os laços institucionais entre o poder político e o poder militar, contribui para reforçar o apoio político à causa da defesa da Amazônia pelos militares, que é de todos os brasileiros. O deputado Josué Neto definiu a sessão da Aleam como inovadora e histórica, tanto pelo fato de ser a primeira vez que acontece dentro de uma unidade do Exército, quanto pelo fato de unificar duas forças representativas da Nação, que caminharam por rotas paralelas ao longo da história brasileira.

Destacando que o CMA é um braço de apoio social para os quase 25 milhões de habitantes que vivem na Amazônia, e são verdadeiros ‘defensores nativos’ dessa imensidão de riquezas, o deputado Josué Neto disse que a aproximação entre o Parlamento e o Exército fortalece o pensamento e a ação pelo progresso e desenvolvimento da região. “Queremos o envolvimento de todos os poderes constituídos, para organizar e defender a integridade e o progresso da nova Amazônia que queremos para nós, para os nossos filhos e para as futuras gerações”, finalizou.

Guardião de riquezas

O comando Militar da Amazônia, na visão do presidente da Aleam, atua como guardião e protetor da Amazônia Brasileira, que representa 85% da Amazônia continental e 61% da área territorial do Brasil. Nela estão abrigadas a mais densa floresta tropical e a maior rede fluvial do planeta, possuindo a maior variedade de espécies animais e vegetais. É também privilegiada por sua imensa riqueza mineral, inclusive 93% das reservas de nióbio, mineral altamente estratégico, além de ouro, estanho, ferro, silvinita, terras raras.

Os mais de sete milhões de km2 da Bacia Amazônica, com mais de 100 mil km de rios e cursos d´água, contêm 20% da água doce potável do mundo, gerando um volume de 200 mil/m3 por segundo. No seu subsolo está abrigado o Sistema Aquífero Grande Amazônia – que se estende do Acre à ilha de Marajó, no Pará, que possui reserva de 162,5 mil km3 e equivale a mais de 150 quatrilhões de litros de água de grande pureza.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.