Entretenimento

Em tumulto, repórter da Record briga com seguranças de hospital

Redação
Escrito por Redação

A jornalista do “Cidade Alerta”, Fabíola Gadelha, armou a maior confusão com seguranças de um Hospital Municipal de Campo Limpo, em São Paulo. Toda a confusão foi transmitida pelo programa nesta quarta-feira (17), segundo o UOL.

A equipe de reportagem do programa foi ao local para conseguir informações a respeito do atendimento a um recém-nascido, que apresenta problemas no coração. Fabíola queria conversar com diretores do hospital, pois a família aguarda a transferência da criança, que precisa realizar uma cirurgia e corre risco de morte. Contudo, a equipe de reportagem foi impedida de entrar no hospital pelos seguranças.

“Você não vai me retirar daqui”, gritou a jornalista para o segurança, que, curiosamente, estava com a corda de um crachá com os símbolos da TV Bandeirantes e do canal Bandsports. “Tira a mão de mim”, prosseguiu. “Não empurre o meu cinegrafista. Vocês não vão nos barrar, não vão nos calar”, insistiu a repórter.

No tumulto, os seguranças e a jornalista bateram boca, acusaram-se e ocorreu até uma suposta agressão. Sete seguranças foram chamados para fazer um paredão e expulsar o cinegrafista do local.

Marcelo Rezende ficou visivelmente irritado no estúdio, perdeu o controle e até falou palavrão ao vivo. “Me dê a cara desse merd* aí”, disparou o apresentador, ao se referir ao homem que tentava impedir a equipe de fazer a reportagem.

A confusão só chegou ao fim quando diretores do hospital finalmente atenderam a equipe de reportagem. A entidade prometeu dar a assistência necessária à criança.

(NOTÍCIAS AO MINUTO)

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.