Amazonas Cidades

Equipe da Polinter prende 21 pessoas procuradas pela Justiça, em Manaus

Delegado Antonio Ro don Junior(DECP)/Foto: PC-AM
Delegado Antonio Ro don Junior(DECP)/Foto: PC-AM
Redação
Escrito por Redação

A Polícia Civil do Amazonas, por intermédio da Delegacia Especializada em Capturas e Polinter (DECP), acaba de divulgar o balanço dos cumprimentos aos  mandados de prisão efetuados pelas equipes de investigação da especializada, no mês de agosto deste ano. No total, foram realizados 70 cumprimentos criminais, sendo que desses, 49 pessoas já se encontravam presas por outros crimes. As diligências ocorreram na capital e interior do Estado.
De acordo com o delegado Antônio Rondon Júnior, a maioria das pessoas foi presa pelo crime de homicídio, seguido por roubo, tráfico de drogas, tentativa de homicídio, porte ilegal de arma de fogo, extorsão, violência doméstica e furto. Ainda no mesmo período foram realizados nove cumprimentos a mandados cíveis por pensão alimentícia.

“O crime de homicídio lidera o ranking das prisões, sendo responsável por sete das 21 prisões realizadas. Outro dado importante é a quantidade de prisões feitas por zona. Somente na zona Leste foram nove prisões efetuadas no mês de agosto, ou seja, estamos nos esforçando para garantir a tranquilidade na sociedade”, ressaltou Rondon.

Operação “Malhete” cumpre ordem judicial em Manaus

Além dos 70 cumprimentos realizados pela equipe da Polinter, mais 88 pessoas foram presas por policiais civis dos Distritos Integrados de Polícia (DIP) de todas as zonas da cidade, a partir da deflagração da operação “Malhete”, que foi coordenada pelo delegado geral, Orlando Amaral, e teve o objetivo de realizar cumprimentos de mandados judiciais.

“Foi feito uma filtragem por zona e posteriormente distribuído para os DIPs da capital. Cada delegacia recebeu uma relação de mandados de prisão e ficou responsável por fazer as investigações e prisões”, informou a autoridade policial.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.