Amazônia Roraima

Estelionatária é denunciada pelo Ministério Público do Estado de Roraima

Ministerio_publico-roraima-estelionataria
Redação
Escrito por Redação

O Ministério Público do Estado de Roraima (MPRR) denunciou K.D.L.P, acusada pelos crimes de estelionato, falsidade ideológica, organização criminosa, entre outros. A denunciada foi presa em flagrante em maio deste ano, no município de Pacaraima, quando tentava cometer mais um golpe.A ação penal foi proposta pelo promotor de justiça substituto com atuação junto a Promotoria da Comarca de Pacaraima, Diego Oquendo. Segundo ele, K.D.L.P, há algum tempo vinha se passando por terceiras pessoas, utilizando-se de documentos e cartões de crédito e débito falsos, inclusive na cidade de Boa Vista. Em Pacaraima ela tentou realizar transação bancária no valor de R$ 21 mil.

 
Conforme a denúncia do MPRR, K.D.L.P tentou, sem sucesso, sacar R$ 15 mil reais de uma agência bancária em Boa Vista. Desconfiado da atitude da “cliente”, o gerente foi em busca de informações. Ao retornar, a estelionatária havia se evadido do local deixando os documentos.

No ato da prisão, foram encontrados com K.D.L.P diversos cartões bancários e documentos falsos, além de inúmeras fotos 3×4, anotações com dados de contas bancárias e papéis com repetidas assinaturas e rubricas de outras pessoas.
Conforme o Promotor de Justiça, a atitude da acusada leva a crer que pretendia praticar outros crimes em Roraima. “Com a apreensão de todo esse material, o Ministério Público concluiu que a acusada vinha treinando a assinatura de outras pessoas com o objetivo de aplicar novos golpes de igual natureza”, ressalta o promotor.

“Não há dúvida que K.D.L.P atua e faz parte de organização criminosa com ramificações em outros estados brasileiros, onde cada integrante opera de maneira especializada para a consumação dos crimes”, conclui Diego Oquendo.

Caso a denúncia do MPRR seja acolhida pela Justiça, K.D.L.P responderá pelos crimes previstos no Código Penal: estelionato, falsificação de documento, falsa identidade, entre outros; bem como, por participação em organização criminosa, conforme previsto na Lei 12.850/13.

(FolhaBV)

 

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.