Amazônia Mato Grosso

Ex-governador de MT suspeito de corrupção se entrega à Justiça

Silval Barbosa chega à PF/Foto: Divulgação
Redação
Escrito por Redação

O ex-governador de Mato Grosso Silval Barbosa, está preso na carceragem do Corpo de Bombeiros, em Cuiabá, por suposto envolvimento em crimes de corrupção e lavagem de dinheiro durante seu governo. Ele foi governador de 2010 a 2014.
Silval Barbosa se entregou ontem e aguarda a análise, pelo Tribunal de Justiça do Estado, do pedido de habeas corpus apresentado por seus advogados. Ele estava foragido desde terça-feira (15), quando teve a prisão preventiva decretada. O nome dele chegou a ser inserido no banco de dados de foragidos da Interpol, a polícia internacional.

A prisão é resultado da Operação Sodoma, deflagrada pela Delegacia de Combate à Corrupção, da Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso.

De acordo com a polícia, a antiga Secretaria da Indústria e do Comércio, atual Secretaria de Desenvolvimento Econômico, concedeu incentivos fiscais de forma irregular para algumas empresas. Elas teriam sido beneficiadas pelo ex-secretário da Casa Civil Pedro Nadaf, que teria recebido R$ 2,6 milhões em propina para manutenção de benefícios.

Nadaf e o ex-secretário da Fazenda do governo de Silval Barbosa Marcel de Cursi também estão presos, acusados de envolvimento no esquema. Em nota, a defesa do ex-governador diz que as acusações contra ele são “completamente infundadas”.

Um dos advogados do ex-governador Ulisses Rabaneda afirmou acreditar na concessão do habeas corpus ao ex-governador porque, segundo ele, faltam indícios concretos de seu envolvimento.

Ele negou que seu cliente estivesse foragido ou demorado a se apresentar. “Eu não acredito que houve demora. A decisão foi apresentada na terça e ele se apresentou na quinta. Parece-me um tempo razoável”, disse.(Agência Brasil)

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.