Entretenimento

Ex-padre diz que Vanderlei não seria nada sem ele: ‘Fiquei com raiva’

Vanderlei Cordeiro de Lima/Foto: divulgação
Vanderlei Cordeiro de Lima/Foto: divulgação
Redação
Escrito por Redação
Vanderlei Cordeiro de Lima/Foto: divulgação

Vanderlei Cordeiro de Lima/Foto: divulgação

O brasileiro Vanderlei Cordeiro de Lima vencia a maratona da Olimpíada de Atenas, em 2004, quando sofreu um ataque praticado pelo ex-padre irlandês Cornelius Horan, que o tirou momentaneamente da prova e fez com que ele terminasse em terceiro lugar.

O espírito esportivo do brasileiro, no entanto, rendeu a ele uma das maiores honrarias do COI, a medalha Barão Pierre de Coubertin. De quebra, Vanderlei foi o escolhido para acender a pira olímpica dos Jogos do Rio.

Aos 69 anos, Horan falou ao The New York Times sobre como reagiu ao ver o ex-maratonista na abertura da Olimpíada 2016.

“Quando eu o vi com meus próprios olhos, eu fiquei com muita raiva. Eu olhei Vanderlei e pensei: ‘Você não estaria em lugar nenhum se não fosse por minha causa”, disparou.

O irlandês afirma ter profunda mágoa do brasileiro pelo fato de Vanderlei nunca ter respondido as duas cartas de desculpas escritas por ele em português.

“É muito triste que ele nunca tenha respondido a meus pedidos de desculpas. Eu gostaria de conhecer ele e sua família. Mas não tive nenhuma resposta. Eu o condeno por isso. Ele fracassou em cortesia básica e em boas maneiras.”

Irlandês Cornelius Horan diz ter profunda mágoa do brasileiro/Foto: divulgação

Irlandês Cornelius Horan diz ter profunda mágoa do brasileiro/Foto: divulgação

(NOTÍCIAS AO MINUTO)

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.