Mundo

Exército sírio afirma que matou 100 ´terroristas´ em Hama

Soldados sírios fuzilam terroristas, em Hama/Foto: Getty Images
Soldados sírios fuzilam terroristas, em Hama/Foto: Getty Images
Redação
Escrito por Redação

O Exército sírio afirmou hoje, segunda-feira (14), que matou mais de uma cem “terroristas” no norte da província de Hama, no centro do país, segundo a agência de notícias oficial síria Sana .
Uma fonte militar disse à agência que os soldados destruíram, além disso, três veículos de seus oponentes, um deles equipado com armas automáticas, em Hama.

A fonte destacou que os militares enfrentaram terroristas do “Exército Fatah” (conquista), integrado por várias organizações entre as quais figura a Frente al Nusra -filial síria da Al Qaeda-, que trataram de se infiltrar em postos militares em Al Buida, Al Masasna, Zilin, Al Mahruka, Zur e Al Zalaqiyat, em Hama.

Anteriormente, o Observatório Sírio de Direitos Humanos tinha dito que pelo menos 31 pessoas morreram em combates entre as forças leais ao governo de Damasco e facções armadas nessa província.

Segundo a ONG, dessas vítimas, pelo menos 22 eram combatentes do grupo radical Jund al-Aqsa e seus aliados; enquanto nove eram membros das tropas do regime.

As forças governamentais conseguiram recuperar nas últimas horas o controle das povoações de Al Buida e Al Masasna, depois que foram conquistadas ontem por seus oponentes.

Desde outubro, as tropas sírias desenvolvem uma ofensiva em grande escala em distintas partes do território para recuperar o controle de áreas e povoações em mãos de “terroristas”, como anunciaram as autoridades de Damasco.(Terra/EFE)

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.