Economia

Exportações de carne bovina do Brasil cresceram 737% em 14 anos

Redação
Escrito por Redação

O Valor Bruto da Produção (VBP) de carne bovina deve chegar ao fim desta ano em torno de R$ 93 bilhões, conforme estimativa da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA). Isso corresponde a um aumento de 19,23 % em relação aos R$ 78 bilhões do VBP no ano passado.

 

Caso a expectativa se concretize, estará apenas dando seguimento ao consumo crescente de carne bovina no mundo. De acordo com a CNA, as exportações do Brasil neste setor cresceram 737% em 14 anos, passando de US$ 779 milhões (R$ 2,7 bilhões a preços de hoje), no ano 2000, para US$ 6,4 bilhões(R$ 22,2 bilhões), em 2014.

 

Números da Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne (Abiec) mostram que, no ano passado, o Brasil vendeu carne bovina in natura para 151 países e industrializada para 103 países.

 

A Abiec destaca que o desempenho que tem melhorado com a abertura de novos mercados e a queda de barreiras sanitárias impostas por alguns mercados e cita o caso dos Estados Unidos, que abriram as portas para a carne in natura brasileira na recente visita da presidenta Dilma Rousseff ao país. Foi significativa, também, a abertura do governo da Rússia, em agosto do ano passado.

 

Levantamento do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos indica que a produção mundial de carne bovina chegará a 59,7 milhões de toneladas equivalentes em carcaça. O Brasil, com 17% da produção mundial, é superado apenas pelos Estados Unidos, que respondem por 19% do total. No ano passado, porém, o Brasil liderou as exportações, com 21% das vendas mundiais de carne bovina.

 

A CNA destaca que a carne bovina é um dos principais produtos do agronegócio brasileiro, presente em praticamente todos os estados. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), existem no Brasil 2,67 milhões de estabelecimentos agropecuários com bovinos no país. Segundo a CNA, a cadeia produtiva da carne movimenta R$ 167,5 bilhões ao ano e gera perto de 7 milhões de empregos.

 

Agência Brasil

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.