Mundo

Falta de alimentos provoca confrontos na Venezuela

Redação
Escrito por Redação

Protestos em massa ocorreram em várias áreas de Caracas, na Venezuela, por causa de falta de comida, de bens e serviços.

As manifestações começaram depois que os militares do Exército Nacional confiscaram produtos em várias partes do bairro San Martín a fim de enviá-los aos centros de abastecimento locais, onde são entregues à população. Segundo a informação divulgada pelo canal de televisão NTN24, os habitantes do bairro quiseram impedir o confisco.

A agência El Nacional informa que, nos confrontos, o Exército usou gás lacrimogêneo. Depois, os protestos se deslocaram para outros bairros de Caracas, chegando também ao centro da cidade, onde as pessoas encheram a Avenida das Forças Armadas, entrando em confronto com os militares. Seis pessoas foram detidas.

Em outros bairros, os moradores organizaram protestos pela falta de abastecimento de água e os cortes de energia. A promotoria da Venezuela informou também sobre ataques a jornalistas.

A Venezuela vive grave crise. A queda dos preços do petróleo levou à falta de bens, à inflação galopante e à diminuição das receitas do governo.

A situação econômica está piorando por causa da instabilidade política, que surgiu após o novo Parlamento, controlado pela oposição, se opor à política do presidente Nicolás Maduro.

(DOL)

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.