Colunas

A festa e arraial de Santa Teresa, em Tefé-AM

Professora Raimunda Gil Schaeken (AM)
Redação
Escrito por Redação

Raimunda Gil Schaeken

A festa de Santa Teresa acontecia tradicionalmente no período de 1º a 15 de outubro, constando de grandioso arraial, na praça da Igreja. No dia 30 de setembro havia movimentação dos devotos em frente à Igreja, na expectativa da abertura dos festejos que constava de alvorada com fogos de artifícios, sinos dobrando e o canto do hino da Padroeira. Hino esse, que por ser emotivo, faz os fiéis chorarem ao recordarem de entes queridos ausentes.

Após o hino o pároco fazia a abertura dos festejos com os votos de boa participação no arraial e nas novenas em preparação à grande festa. No ano de 2009, por decisão da comissão dos festejos, pároco e do senhor Bispo, o arraial vem iniciando dia 6 de outubro, a primeira noite da novena. A tradicional alvorada passou a ser na véspera da abertura dos festejos.

Nessa época, muitos tefeenses aproveitam também para colocar suas vendas. A praça fica cheia, de difícil acesso. A barraca mais animada e onde as pessoas encontram os mais variados e apetitosos quitutes é a barraca de Santa Teresa, ocupada a cada noite por noitários diferentes. Tudo é festa e alegria, momentos de descontração, bate-papo e encontros amigáveis, com participação nos leilões e bingos. A cidade fica movimentada e todos colaboram com amor.

Professora Raimunda Gil Schaeken (AM)

Professora Raimunda Gil Schaeken (AM)

Durante as novenas, há reflexão de temas relacionados com a vida de Santa Teresa, com muita participação dos devotos, ficando pequena a Igreja para acolher tantos fiéis. À zero horas, do dia 15 a alvorada se repete com a mesma alegria, emoção e o show pirotécnico.

No dia da festa, às 9,00 horas há a Missa solene, presidida pelo Senhor bispo e presença dos demais padres e diáconos da cidade. Após a missa o povo conduz a imagem até alguma Comunidade, percorrendo as principais ruas e bairros da cidade. Às 16 horas inicia a procissão, até a Igreja Matriz.  São muitos os devotos da cidade, dos municípios vizinhos e da capital que vão pagar promessas numa verdadeira expressão de fé. É a maior concentração popular da cidade.

Santa Teresa de Jesus, a Virgem e Doutora da Igreja

Nasceu em Ávila (Espanha), no ano de 1515. Entrou na Ordem das Carmelitas, fez grandes progressos no caminho da perfeição e teve revelações místicas. É a padroeira  querida da cidade de Tefé.

Santa Teresa é portadora de grandes virtudes que nos conduz ao amor de Deus. Em Santa Teresa descobrimos que a vida é um dom de Deus que deve ser preservado a todo momento. Assim, como muitos santos, Santa Teresa abandonou a vida deste mundo que nós amamos muito, deixou a riqueza, nobreza, esqueceu sua beleza e entregou-se totalmente a Jesus Cristo.

Para lutar pelo seu reino, ela enfrentou os poderosos, defendeu os pobres, viveu uma vida de serviço e oração com o lema: “SÓ DEUS ME BASTA”.(Raimunda Gil Schaeken é Professora aposentada, tefeense, católica praticante, membro efetivo da Associação dos Escritores do Amazonas – ASSEAM e da Academia de Letras, Ciências e Artes do Amazonas –ALCEAR).

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.