Cidades

Fiéis celebram ´Jubileu 300 anos´ da aparição da imagem da padroeira do Brasil

Festejos dos 300 anos da aparição de N.S. Aparecida/Foto: Reprodução
Redação
Escrito por Redação

Este ano a festa da padroeira do Brasil tem como tema “O Rosto Misericordioso de Maria”. A abertura da programação do Jubileu de 300 anos da aparição da Santa aconteceu no dia 3 e segue até o dia 15 de outubro no Santuário de Nossa Senhora da Imaculada Conceição Aparecida, na rua Alexandre Amorim, bairro Aparecida, zona Sul de Manaus.
Os devotos de Nossa Senhora ganharam mais três dias de festividades. O evento católico conta com as tradicionais novenas durante a noite, arraiais nos dias 7 e 8, a partir das 19h30, com venda de bingos, rifas, apresentações regionais e comidas típicas. Já no dia no dia 12 a data comemorativa da Santa começa às 05h30 da manhã com uma carreata com a imagem, seguida pelo café comunitário partilhado, missa solene, Terço Mariano, Ofício de Nossa Senhora, acolhida e oração dos devotos, procissão e missa campal de encerramento presidida pelo bispo auxiliar de Manaus, Dom José Albuquerque.

O 1° Festival de Música Católica do Santuário de Aparecida, o Hosana, também promete reunir católicos apaixonados por música. “Nos dias 13 e 14 jovens compositores vão se apresentar no palco em frente à igreja às 19h30”, acrescentou o pároco, padre Inácio Raposo.

Festejos dos 300 anos da aparição de N.S. Aparecida/Foto: Reprodução

Festejos dos 300 anos da aparição de N.S. Aparecida/Foto: Reprodução

O coordenador do Toque de Amor, grupo responsável pelo festival, Fernando Furtado explica o objetivo do festival. “A finalidade é envolver os músicos católicos, incentivá-los a novas composições dentro da igreja católica, promover o intercâmbio entre eles e assim descobrir novos talentos, como bandas e artistas solos. Ao todo são 13 participantes inscritos. Desses, os três primeiros colocados receberão troféus e prêmios em dinheiro de 1 mil, 600 e 400 reais”, disse.

A imagem de Nossa Senhora está em peregrinação em todo o país. No Amazonas, os católicos acompanham a atividade desde o mês de setembro de 2015, percorrendo comunidades ribeirinhas, zonas rurais e paróquias da Arquidiocese de Manaus. Após passar por vários municípios, como Manacapuru, a imagem será trazida para a capital no dia 15 para a celebração da missa jubilar dos 300 anos de Aparecida, presidida pelo arcebispo Metropolitano de Manaus, Dom Sérgio Castriani, às 17 horas.

“Ela (a imagem) está em Manacapuru desde o último sábado para cumprir a última etapa de visitas no interior. Com muitas pregações, procissões e novenário. Uma verdadeira festa na paróquia de Nossa Senhora de Nazaré na cidade. Convidamos você e sua família para participarem desses dias de oração e festa que marcam o Jubileu de 300 anos da aparição da imagem de Nossa Senhora Aparecida, a ser comemorado em 2017”, finalizou o pároco.

História

A imagem foi encontrada em 1717 pelos pescadores Domingos Garcia, Filipe Pedroso e João Alves nas águas do rio Paraíba, próximo do Porto de Itaguaçu, na Vila de Guaratinguetá, em São Paulo. Os três estavam há dias sem pescar e com a missão de levar peixe para a festa de recepção do famoso Conde de Assumar, Dom Pedro de Almeida, governante da capitania da cidade de São Paulo e de Minas de Ouro na época, que estava de passagem pela cidade.

Esperançosos, eles fizeram uma oração pedindo a ajuda da Mãe de Deus para que voltassem fartos de peixes para a festança. Quando estavam quase desistindo da pescaria, João Alves arremessou a rede novamente e fisgou uma parte do corpo da imagem escura de Nossa Senhora Aparecida. Emocionado, lançou a rede pela segunda vez e encontrou a cabeça da imagem. Em seguida veio o milagre. As redes enchiam-se de peixes o que os deixou preocupados com o perigo do barco virar e perder todos os peixes apanhados.

“A cena é muito significativa. Vem carregada de simbologia porque lembra as pescas milagrosas vivenciadas pelos discípulos com Jesus. Como quando Ele mandou avançar para as águas mais profundas em Lucas capítulo 5 e João capítulo 21. Da mesma forma a comunidade percebeu que Nossa Senhora estava mandando uma mensagem de que Deus não quer trabalho escravo de ninguém. O que deu origem ao nome, genuinamente, brasileiro à Santa de ‘Aparecida’. Uma história longa e de muita vitória junto aos pobres”, finalizou o padre Inácio.

*Com informações disponíveis no site: www.a12.com/editora-santuario/noticias

Sobre a data

No dia 12 de outubro é comemorado nacionalmente o dia de Nossa Senhora Aparecida. Data estipulada desde o ano de 1980, com a consagração da Basílica pelo Papa João Paulo II. A Basílica aloja até 45 mil fieis e é o quarto maior santuário mais visitado em todo o mundo.

COLETIVA DE IMPRENSA

Dias 12 – o pároco, padre Inácio Raposo, e o bispo auxiliar, Dom José Albuquerque, estarão disponíveis para entrevistas, no Santuário.

Dia 15 – o padre Inácio Raposo, e o arcebispo Metropolitano de Manaus, Dom Sérgio Castriani, estarão disponíveis para entrevistas, no Santuário.

Programação

– Dia 12 de outubro

05h30 Carreata com a imagem de Nsa. Sra. Aparecida

06h30 Café comunitário partilhado

08h00 Missa solene de Nossa Sra. Aparecida

12h00 Terço Mariano

14h00 Ofício de Nossa Senhora

16h00 Acolhida e Oração dos Devotos

17h00 Procissão

18h00 Missa Campal de Encerramento presidida pelo bispo auxiliar, Dom José Albuquerque

– Dias 13 e 14 de outubro

18h30 Tríduo dos 300 anos e 1° Festival de Música Católica do Santuário de Aparecida

– Dia 15 de outubro

17h00 Missa dos 300 anos de Nossa Senhora Aparecida presidida pelo arcebispo Metropolitano de Manaus, por Dom Sérgio Castriani.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.