Amazonas Formal & Informal

Filiação endereçada às eleições municipais e à presidência da ALEAM

O governador José Melo e o deputado Belarmino Lins, na assinatura de filiação ao Pros.
O governador José Melo e o deputado Belarmino Lins, na assinatura de filiação ao Pros.
Redação
Escrito por Redação

Com nove deputados estaduais presentes à filiação do deputado Belarmino Lins (ex-PMDB), ao Partido Republicano da Ordem Social (PROS), estabelece-se um novo recorde de participação de parlamentares em solenidade de filiação no Amazonas. A afirmativa foi feita na quinta feira (17) pelo próprio deputado, que chega ao partido do governador José Melo, em meio à crises estadual e nacional, mas também, numa clara demonstração de força do executivo estadual.

Belarmino Lins (Belão), já administrou a presidência da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (ALE-AM) por três vezes. Ele não quis confirmar, mas é tido como certo a sua candidatura ao cargo, quando o atual presidente da Casa, Josué Neto (PSD), encerrar a sua presidência, em dezembro desse ano. De imediato, Belão assume a liderança do governo na Aleam e já começa a capitanear a sua indicação para a presidência.

Se depender dos deputados estaduais Sidney Leite (PROS), Sabá Reis (PR), David Almeida (PSD), Cabo Maciel (PR), Bi Garcia (PSDDB), Francisco Souza (PSC), Carlos Alberto (PRB), Orlando Cidade (PTN) e Sinésio Campos (PT), Belão já é o próximo presidente. Os oradores do dia, rasgaram elogios ao heptadeputado estadual e os outros aplaudiram efusivamente, até mesmo o deputado estadual Sinésio Campos (PT), que tem o seu partido do outro lado da base do governador.

Conhecido como exímio articulador, Belão entra com a missão de trazer um mínimo de 20 deputados estaduais para a base de apoio ao governador José Melo, na Aleam. Nos seus sete mandatos, ele sempre esteve na base governista e, agora, volta a exercer a função da qual é professor.

Belão assina ficha de filiação ao Pros.

Belão assina ficha de filiação ao Pros.

Belão desconversou dizendo à imprensa, que ainda é muito cedo para discutir a presidência da Aleam. Antes pretende empenhar-se na corrida eleitoral nos municípios, quando o Pros pretende mostrar que tem fôlego e força para ampliar as suas bases, tanto na capital quanto no interior do Estado.

Quanto à prefeitura de Manaus, ninguém arriscou dar um palpite. “Hoje é dia de festa de filiação. Assuntos dessa ordem, serão discutidos mais para a frente”, desconversou o secretário geral do Pros, Radyr Junior. Entretanto, nos bastidores, comentava-se que o Pros deve reivindicar pelo menos a vaga de vice-prefeito. De quem, ainda não se sabe.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.